Jardinagem

Como criar um jardim

Como criar um jardim



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Como criar um jardim


Antes de criar um jardim, é sempre útil analisar algumas suposições que podem afetar seu desenvolvimento, ou seja:
- extensão do jardim
- condições climáticas
- exibição de jardim
- tipo de sol
- coexistência entre espécies vegetais
- tipos de terra
- possíveis fatores limitantes
Você pode se inspirar em diferentes modelos de jardins:
* Jardim clássico
Ele se baseia em um rigor estético extremo, com extensões de gramados verdes, com canteiros e sebes cortados de acordo com padrões geométricos.
É um jardim muito bonito, às vezes com um aspecto de artefato
* Jardim rústico
Ela se opõe à anterior porque esta se baseia na espontaneidade, na disposição natural das plantas (geralmente nativas), que estão em equilíbrio entre si e com a paisagem circundante.
É um exemplo de um jardim do país.
* Jardim de pedras
É um jardim caracterizado pela presença de: pedras, pedras e vegetais, muitas vezes alojados em terraços.
As plantas devem ser bem adaptáveis ​​a condições climáticas específicas (geralmente vivendo em áreas sombreadas) e logísticas (elas têm pouco espaço disponível para crescer).
* Jardim mediterrâneo
É um jardim formado por plantas arbustivas, espessas e sempre-verdes, capazes de viver em climas quentes (típicos da bacia do Mediterrâneo), com folhas de tamanho pequeno (para reduzir a transpiração) e quase sempre esclerófilas.
* Jardim Zen
É o jardim japonês, onde três elementos se alternam: água, pedras e plantas; cujo arranjo propõe representar a jornada alegórica do homem em direção à eternidade.
Sua aparência curada estimula um fluxo de energia entre o homem e a natureza
As plantas a serem alojadas podem ser de vários tipos, a saber:
- plantas arbóreas
- plantas arbustivas
- plantas sempre-verdes
- trepadeiras
- plantas herbáceas
- plantas com flores
- plantas mediterrânicas
- plantas suculentas
- plantas aquáticas (se houver um corpo de água)
Por fim, é necessário organizar áreas bem diversificadas no jardim, com o objetivo de recriar cantos decorativos e sombreados, manchas de cor ou áreas cobertas com trepadeiras.

ÁREAS DE SOMBRA



CASTANHA
É uma árvore decídua de vida longa, decídua, que inclui um caule imponente e colunar, com até 30 m de altura, coberto por uma casca lisa e brilhante, de cor marrom acinzentado.
As folhas têm uma forma lanceolada, com uma borda serrilhada e um ápice afiado, com um arranjo alternativo, e formam uma coroa grossa e arredondada.
As flores masculinas são brancas e reunidas em inflorescências em forma de glomérulo; as flores femininas apenas isolaram e embrulharam-se em numerosas brácteas.
A fruta, marrom e brilhante, possui formato arredondado, com ápice pontudo e base convexa: é a castanha, comestível e saborosa para o ser humano.
Aparece dentro de uma concha verde e espinhosa chamada ouriço, que se abre quando totalmente madura.
Requer um solo fresco e profundo com um componente ácido e não calcário.
É uma espécie bem adaptável a diferentes condições climáticas.

ÁREA ORNAMENTAL



TULIP
É uma planta herbácea, constituída por um caule fino, de até 1 m de altura, verde escuro, com folhas em forma de lança e com inserção alternativa.
A flor tem uma corola com pétalas muito distintas, de consistência carnuda, com formato arredondado ou pontudo, dependendo da variedade.
Tem várias cores: branco, amarelo, rosa, vermelho e roxo. Emite um perfume muito agradável.
Requer um solo bem drenado e fértil, de preferência com um componente básico e nunca argiloso. Deve ser exposto em áreas ensolaradas e quentes, porque tem medo do frio.
ROSA
É uma planta herbácea com um caule rígido coberto de espinhos, com folhas de forma ovalada e inserida em três ou cinco números em um galho central espinhoso.
As flores são caracterizadas por corolas com pétalas de cores vivas (branco, rosa, vermelho), com consistência carnuda, muito perfumada.
A floração continua durante toda a primavera até o início do verão, atingindo seu pico em maio.
Requer solos férteis e bem drenados, enriquecidos com turfa e húmus.
É uma planta muito adequada para criar canteiros de flores, bordas ou encher vasos decorativos.

Como criar um jardim: SEMPERREVERDE



LAUREL
É um arbusto sempre verde, de 5 a 8 m de altura, usado para formar sebes; possui caule semi-lenhoso, com folhas alongadas e brilhantes, com margens contínuas, perfumadas devido à presença de glândulas secretoras de resina.
As flores masculinas são amarelas, as femininas são brancas, pequenas.
As frutas são drupas negras.
Requer solo compacto, bem drenado e fértil, enriquecido com substância orgânica.
Deve ser exposto em ambientes ensolarados e a temperaturas nunca abaixo de zero.
LAVENDER
É uma planta espessa, aromática e sempre-verde, pertencente à vegetação mediterrânica, que forma tufos espessos e ornamentais com rápido crescimento.
O caule é herbáceo, com até um metro de altura, e contém folhas verdes prateadas estreitas e alongadas.
As flores são colhidas em inflorescências de espigas, de cor púrpura, muito perfumadas.
Requer um solo bem drenado, de preferência um componente de calcário.
Sendo uma variedade rústica, é bem adaptável e durável.