Flores

Flores no jardim

Flores no jardim



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Flores no jardim


Para abrigar as flores no jardim, você pode escolher entre:
- plantas arbóreas floridas
- plantas arbustivas ou arbustivas
- trepadeiras floridas
- plantas sempre verdes
- plantas herbáceas
- Plantas mediterrânicas
- suculentas floridas
- plantas aquáticas com flor (se houver um corpo de água)
Para obter um rendimento ideal, é necessário considerar algumas premissas, a saber:
- extensão do jardim
- exposição
- condições climáticas e sol
- tipos de terra
- tipo de irrigação
- coexistência entre plantas
- possíveis fatores limitantes e prejudiciais
A escolha das plantas também é condicionada pelo diferente tipo de jardim, a saber:
* em jardins clássicos, é preferível abrigar plantas ornamentais (muitas variedades)
* nos jardins de rochas, é necessário o uso de variedades adaptáveis ​​à sombra e à presença de pedras e rochas (como campanula)
* no jardim rústico devemos favorecer espécies rústicas e nativas (tipo mimosa)
* no jardim do Mediterrâneo, é aconselhável hospedar plantas adequadas para climas quentes (como lavanda)
* no jardim zen, você pode escolher entre algumas amostras compatíveis (como azálea)

FLORES EM JARDINS CLÁSSICOS



ZINNIA
É uma planta herbácea com caule espesso, ereto e ramificado, com até um metro de altura, que suporta folhas ovais verde-escuras.
As flores estão agrupadas em simples e duplas inflorescências brancas, amarelas, laranja, rosa, vermelhas, com uma aparência marcante e extremamente ornamental.
Vive bem em qualquer tipo de terreno, prefere áreas ensolaradas e temperaturas quentes, que nunca devem cair abaixo de dez graus.
Deve ser regado regularmente e fertilizado pelo menos uma vez por mês, usando um fertilizante líquido, rico em nitrogênio, fósforo e potássio.
É usado para montar canteiros ou bordas coloridas, mas também recipientes decorativos, pois vive bem embalado.
TULIP
É uma planta herbácea, constituída por um caule fino, de até 1 m de altura, verde escuro, com folhas em forma de lança e com inserção alternativa.
A flor tem uma corola com pétalas muito distintas, de consistência carnuda, com formato arredondado ou pontudo, dependendo da variedade.
Tem várias cores: branco, amarelo, rosa, vermelho e roxo.
Emite um perfume muito agradável.
Requer um solo bem drenado e fértil, de preferência com um componente básico e nunca argiloso. Deve ser exposto em áreas ensolaradas e quentes, porque tem medo do frio.
ROSA
É uma planta herbácea com um caule rígido coberto de espinhos, com folhas de forma ovalada e inserida em três ou cinco números em um galho central espinhoso.
As flores são caracterizadas por corolas com pétalas de cores vivas (branco, rosa, vermelho), com consistência carnuda, muito perfumada.
A floração continua durante toda a primavera até o início do verão, atingindo seu pico em maio.
Requer solos férteis e bem drenados, enriquecidos com turfa e húmus.
É uma planta muito adequada para criar canteiros de flores, bordas ou encher vasos decorativos.
DAISY
É uma planta herbácea florida e ornamental, com caule ereto, delicado e flexível, com até cinquenta centímetros de altura, de cor verde intensa.
As folhas são lanceoladas, com arranjo alternativo.
As flores têm uma aparência tubular, cercada por brácteas, com uma corola de pétalas brancas e alongadas, unidas em inflorescências em forma de flor, muito decorativas, mas não perfumadas.
A fruta é um aquênio oval alongado de cor preta com listras brancas.
Requer solo com pH ácido ou neutro, seco, arenoso, bem drenado, enriquecido com húmus e turfa.
Ele deve ser alojado em áreas ensolaradas com clima temperado, pois teme o frio: sua temperatura ideal é entre dez e vinte graus.
Vive bem mesmo em vasos e requer fertilização com fertilizantes líquidos, ricos em ferro e magnésio.

FLORES NOS JARDINS RÚSTICOS



MIMOSA
É uma planta arbustiva, sempre verde e florida, muito decorativa devido à presença de lindas flores.
Tem um caule semi-lenhoso, com uma altura de 10 a 15 metros, que suporta as folhas bipinadas, verde escuro, muito delicadas.
As flores são colhidas em inflorescências de cabeça de flores, com aparência macia e pluma, muito perfumadas, de cor amarela e dourada intensa.
A floração é precoce, mas não dura muito: de janeiro a março.
Os frutos são leguminosas escuras, contendo uma grande quantidade de sementes.
Requer um solo profundo e bem drenado, com um componente ácido e enriquecido com turfa, húmus e areia de rio.
Ele deve ser posicionado em áreas ensolaradas e em temperaturas amenas (nunca abaixo de 15 graus).
2 ciclos de fertilização devem ser realizados: na primavera e no outono

FLORES NOS JARDINS MEDITERRÂNEOS



LAVENDER
É uma planta espessa, aromática e sempre-verde, pertencente à vegetação mediterrânica, que forma tufos espessos e ornamentais com rápido crescimento.
O caule é herbáceo, com até um metro de altura, e contém folhas verdes prateadas estreitas e alongadas.
As flores são colhidas em inflorescências de espigas, de cor púrpura, muito perfumadas.
Requer um solo bem drenado, de preferência um componente de calcário.
Sendo uma variedade rústica, é bem adaptável e durável.

Flores no jardim: FLORES NOS JARDINS ZEN



AZALEA
É uma planta ornamental espessa e florida, de tamanho médio (40 a 80 cm), que apresenta um caule semi-lenhoso muito ramificado com folhas ásperas, oval, verde escuro e consistência carnosa.
As flores, colocadas no ápice do ramo, são colhidas em grupos e possuem corolas com pétalas distintas, com margem contínua, branca, rosa ou vermelha.
Requer um solo com um componente ácido (pH 5,5), rico em substâncias orgânicas, macio e bem drenado.
Deve ser alojado em áreas ensolaradas e quentes, pois teme o frio.
É aconselhável realizar 2 ciclos de fertilização anual com fertilizantes acidophilus.