Móveis de jardim

Arranjo de jardins

Arranjo de jardins



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Arranjo de jardim


A organização de um jardim consiste em abrigar algumas espécies de plantas que, dependendo das diferentes condições ambientais e da paisagem, podem ser:
- plantas arbóreas (para criar grandes áreas de sombra, quando o espaço disponível permitir)
- plantas arbustivas (recomendável se houver espaços menores)
- trepadeiras (quando houver necessidade de cobrir paredes, espaldeiras ou paliçadas para fins ornamentais)
- plantas espessas (para preencher áreas não muito grandes)
- plantas perenes (para garantir manchas de cor mesmo durante os meses de inverno)
- plantas herbáceas (para criar canteiros ou pequenos espaços)
- plantas com flores (para criar cantos coloridos e decorativos)
- plantas suculentas (onde existem condições climáticas predispostas)
- Plantas mediterrânicas (em áreas caracterizadas pelo clima quente típico da bacia do Mediterrâneo)
- plantas rústicas (para jardins que não requerem cuidados especiais)
- plantas aromáticas e medicinais (cultivadas para fins culinários ou curativos)
- plantas aquáticas (se houver um corpo de água)

Modelos de jardim



Antes de se preparar para a criação de uma área cultivada, geralmente para fins ornamentais, é possível analisar alguns modelos de jardins a serem inspirados, a saber:
* Jardim clássico
É uma instalação inspirada por um rigor estético extremo, com amplas extensões de gramados verdes, canteiros de flores e sebes cortados de acordo com padrões geométricos.
É um jardim muito bonito, que pode ser artificial
Nesse caso, plantas de todos os tipos são escolhidas: árvores (mesmo árvores altas, se o tamanho da área for suficientemente grande), plantas arbustivas ou espessas (para criar salpicos de cor), plantas sempre verdes (para garantir uma aparência viva mesmo durante nos meses de inverno), plantas herbáceas e floridas (para criar áreas ornamentais).
* Jardim rústico
Contrasta fortemente com a anterior, pois seu layout é baseado na espontaneidade, onde as plantas, muitas vezes nativas, estão em equilíbrio entre si e com a natureza circundante.
É um exemplo do típico "jardim do campo", nada artificial.
As plantas mais adequadas para este tipo de preparação são variedades arbustivas e espessas, rústicas e sempre-verdes, que não requerem cuidados particulares, geralmente aromáticos e medicinais.
Às vezes, há também uma área para o cultivo de hortas.
* Jardim de pedras
É um jardim caracterizado pela presença de: rochas, pedras de rios e vegetais, geralmente cultivados em terraços entre os elementos rochosos.
As plantas devem ser bem adaptáveis ​​a condições climáticas específicas (geralmente vivendo em áreas sombreadas) e logísticas (pois têm pouco espaço disponível para crescer).
As espécies escolhidas podem ser arbustivas e espessas, escaladas, sempre-vivas, como: urze, campânula selvagem, samambaia, plantas aromáticas
* Jardim mediterrâneo
É um jardim rico em plantas arbustivas, espessas e sempre-verdes e trepadeiras, de preferência adaptado às condições climáticas quentes (típicas da bacia do Mediterrâneo), com folhas de dimensões reduzidas (para reduzir a transpiração) e do tipo esclerófilo.
São plantas arbóreas típicas dos maquis mediterrâneos (como: azeitona, louro, murta) e arbustos (como zimbro, tamarisco, lavanda, urze).
Muitas vezes, há um canto destinado a plantas aromáticas.
* Jardim Zen
É um jardim inspirado nos princípios da cultura japonesa, onde três elementos se alternam: água, pedras e plantas; cuja disposição tem o propósito de representar alegoricamente a jornada do homem em direção à eternidade.
Sua aparência particularmente bem cuidada estimula a contemplação e determina o início de um fluxo de energia entre o homem e a natureza
As plantas alojadas com mais frequência pertencem a sempre-vivas, arbustivas, em alguns casos até mesmo variedades floridas, como por exemplo: bambu, samambaia, azálea, urze

Arranjo de jardins: Jardins de decoração



Além das plantas, que sem dúvida representam o aspecto mais importante da instalação, várias estruturas também podem ser usadas para mobiliar o jardim, como: bancos, mesas e cadeiras, baloiços, guarda-chuvas e gazebos
BANCOS geralmente são estruturas feitas de ripas de madeira tratadas com tintas impermeabilizantes ou de metal pintado com esmaltes antiferrugem.
Eles são frequentemente colocados nas áreas mais sombrias do jardim, sob árvores com folhagem espessa e larga ou perto de árvores altas.
Os GUARDA-CHUVAS são estruturas projetadas para criar áreas de sombra no jardim e consistem em um suporte de metal ou madeira, inserido em uma base de concreto, que suporta uma grande porção de tecido muito resistente e impermeabilizado.
Os GAZEBOS são estruturas retangulares ou raramente cilíndricas, com uma estrutura de metal ancorada ao chão que suporta um teto feito de tecido impermeável do qual, às vezes, descem paredes móveis que podem ser fixadas por ganchos ou correias.
SWEETS, feitos de estruturas metálicas e almofadas de várias formas e tamanhos, executam uma tarefa puramente ornamental, criando cantos muito úteis.
Antes de instalar e instalar um jardim, é útil considerar alguns detalhes de natureza logística e ambiental que poderiam condicionar a realização e, precisamente:
- extensão da área disponível
- exposição
- condições climáticas
- tipos de terra
- tipo de irrigação
- coexistência entre plantas
- quaisquer fatores limitantes e prejudiciais