Jardim

Casa de jardim

Casa de jardim



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Os primeiros passos para criar um jardim


Finalmente terminamos de construir ou reformar a casa dos nossos sonhos, mas a terra circundante, reduzida a uma massa de matagal e a construir escombros, nos inspira com grande tristeza? Sejamos pacientes e, daqui a pouco, poderemos admirar pelas janelas um jardim que reflete totalmente nossa personalidade e nossas necessidades e para relaxar.
Antes de criar um jardim, precisamos nos informar sobre o tipo de plantas mais adequadas ao nosso solo, examinando-o por um engenheiro agrônomo da paisagem, que poderá nos dar os melhores conselhos: por exemplo, um jardim projetado para a área do vale do Pó não conterá as mesmas plantas que uma construído na Sicília, devido a diferenças não apenas no terreno, mas também no clima. Além disso, nosso jardim deve se encaixar perfeitamente na paisagem circundante, considerando que algumas árvores atingirão seu desenvolvimento ideal somente após cerca de vinte anos e devem ter todo o espaço para se desenvolver regularmente.

Assessoria durante a fase do projeto



Depois de ouvir o conselho de um especialista, se não queremos confiar o projeto em sua totalidade, traçamos pessoalmente o desenho em miniatura do jardim dos nossos sonhos, levando também em consideração o ambiente externo: se o nosso vizinho tem uma bela árvore É bom vê-lo também em nossa propriedade, enquanto a feiúra em forma de chaminé fica escondida da vista com grandes árvores frondosas. Se uma árvore já está presente no solo e não gostamos de sua localização atual, existem máquinas que podem mover grandes plantas e colocá-las de volta onde queremos, mas com custos de aluguel e consultoria bastante altos.
Na fase de projeto, tomamos o exemplo da natureza, evitando o máximo possível de arestas e formas excessivamente regulares, pois se plantarmos em canteiros retangulares retangulares, o olhar do observador tenderá a repousar na cerca no fundo do jardim, enquanto o dinamismo de uma linha curva obrigará o olho a segui-lo e depois repousará nos pontos para os quais queremos atrair atenção, como áreas de cores vivas ou cantos sugestivos. Avaliamos o que queremos atrair os olhos do observador, olhando para o portão de entrada e olhando para as janelas da nossa casa, considerando que o jardim deve ser a continuação natural da casa e com ela devemos harmonizar completamente, escolhendo as plantas com flores. para ter flores em todos os meses do ano.
Levamos em conta quanto tempo podemos dedicar aos cuidados com o jardim, sem esquecer de avaliar nossa disponibilidade econômica. Se não nos envolvermos com a exigente horta e pomar, uma horta de tamanho médio ocupará cerca de quatro horas por semana no verão e muito menos em outras estações.

O que temos a esconder da visão do espectador



Se o projeto de nossa horta também incluir a presença de uma horta ou de um galpão para guardar ferramentas, elas deverão ser ocultadas por meio de sebes altas ou grossas ou pérgulas cobertas de rosas.
As cercas devem ser refinadas com trepadeiras, arbustos ou sebes, mas se a paisagem externa for agradável, vamos mantê-las baixas.
Para ocultar uma parede à sombra, é aconselhável pintá-la de branco e, em seguida, cultivar trepadeiras apoiadas em fios de ferro galvanizado, o primeiro metro fixo no chão e o próximo a cada trinta centímetros de altura. Como suporte, também são adequadas treliças de madeira ou plástico pintadas a quatro centímetros da parede.
Mesmo pequenas árvores frutíferas podadas a espaliers ou palmettes podem refinar um muro alto, enquanto plantas de pedra ficam bem em paredes de pedra seca.
Como em todas as etapas, elas podem ser adornadas com plantas e cores baixas para combinar com a pedra da escada, mantendo o crescimento o máximo possível para o lado, para que não se tornem intrusivas.

Horta: Como dar um valor agregado ao nosso jardim



O jardim deve ser a continuação natural e harmoniosa da casa e deve ser agradável para se viver: devemos, portanto, planejar cantos para organizar uma pequena sala de estar ou uma sala de jantar ao ar livre, melhor se for pavimentada.
As videiras floridas que se erguem ao longo das paredes externas da casa são agradáveis, mas devemos impedir que invadam calhas e azulejos ou tragam insetos irritantes para dentro da casa.
A água sempre dá um valor agregado ao jardim. Se o tamanho da terra permitir, construímos um belo lago em pleno sol e longe das árvores, de forma oval se o jardim for curvilíneo, quadrangular, mas não angular, se o jardim for retangular.
Uma tigela colocada em um canto tranquilo onde os pássaros podem tomar banho também pode ser agradável, lembrando-nos de fornecer água fresca todos os dias e esmagar o gelo que seria formado lá durante o inverno.
Outros ornamentos sugestivos podem ser fontes, arcos, estátuas e bancos, com a previsão de sempre deixar a parte central do gramado livre.