Além disso

A importância das vitaminas para as orquídeas. Frequência e regras de nutrição vegetal

A importância das vitaminas para as orquídeas. Frequência e regras de nutrição vegetal



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

As vitaminas são um componente essencial na nutrição das plantas. Botões lindos e brilhantes, folhas lisas, brotos fortes - tudo isso é resultado de um cuidado adequado, que fala de uma alimentação balanceada da orquídea.

Mas é importante saber quando e como adicionar certas vitaminas para não prejudicar a flor.

A importância dos suplementos vitamínicos para a planta

A suplementação regular de vitaminas determina o curso normal da vida. A manifestação da atividade vital saudável da orquídea envolve:

  • crescimento rápido e intenso;
  • adaptação a condições instáveis;
  • assimilação completa de oligoelementos;
  • processos metabólicos desenvolvidos com base na umidade retida.

Uma orquídea que recebe nutrição suficiente se desenvolve bem e produz grandes botões de cores ricas. As vitaminas fornecem à planta energia adicional para os processos associados à preparação para a floração e a floração em si.

Quais fontes de alimentação adicionais são necessárias?

A orquídea recebe os nutrientes necessários da umidade e do ar, mas há momentos em que a nutrição auto-sintetizada não é suficiente. Neste momento, ela precisa de fontes adicionais de alimentos - vitaminas:

  • B1 (tiamina) ativa o crescimento e desenvolvimento do sistema radicular;
  • B3 (ácido nicotínico) restaura rapidamente a flor após doença e transplante;
  • B6 (adermin) fortalece o sistema imunológico;
  • B12 (cobalamina) acelera a taxa de crescimento da planta;
  • C (ácido ascórbico) fortalece o sistema imunológico, protege a orquídea da radiação ultravioleta, parasitas e pragas.

Importante! A vitamina B1 deve ser adicionada estritamente separadamente. Em combinação com outras vitaminas, ele se decompõe e perde suas propriedades benéficas.

Indicações e contra-indicações

Você precisa alimentar a orquídea com vitaminas apenas quando ela precisa. Tanto a superabundância quanto a ingestão prematura de nutrição adicional podem causar a supressão das funções vitais ou sua morte.

As indicações para alimentação com vitaminas são os seguintes períodos e estados da orquídea:

  • outono (falta de luz e ar puro);
  • perda do sistema radicular (perda de pedaços de raízes);
  • a ausência do aparecimento de flores por um longo período (até vários anos);
  • período de adaptação após o transplante (enfraquecimento da flor a longo prazo);
  • letargia geral da planta (folhas enrugadas e retorcidas de cor clara);
  • doenças (parasitas e microflora patogênica).

As contra-indicações para a introdução de vitaminas incluem os seguintes pontos:

  • período de floração;
  • período de dormência (após a floração, quando a planta ganha força naturalmente);
  • bom estado da planta (folhas lisas densas, rebentos elásticos, flores suculentas).

Importante! Uma flor superalimentada com vitaminas para prevenção pode morrer. O revestimento de cobertura é usado somente quando absolutamente necessário.

Com que frequência você deve fertilizar?

As vitaminas são aplicadas de março a outubro, no máximo 2 vezes por mês. A frequência de aplicação também depende das condições da planta e das condições ambientais: umidade, luz e outros fatores.

Processamento doméstico com aditivos do grupo B

B1 (tiamina)

Vitamina solúvel em água. Ativador de crescimento de raiz de planta, proteção contra envelhecimento precoce... Aumenta a intensidade e a duração da floração. Usado sozinho.

  1. Dosagem: 1 ampola de 1 ml.
  2. Diluição: em 1 litro de água.
  3. Processamento: pulverização uma vez por mês, durante a floração.

B3 (ácido nicotínico)

Acelera a formação de flores e brotos... Ele está envolvido no metabolismo hormonal. Pode ser misturado com outras vitaminas além da B1.

  1. Dosagem: comprimido de 50 mg.
  2. Diluição: em 1 litro de água.
  3. Processamento: pulverização 2 vezes por mês.

B6 (adermin)

Melhorando a imunidade, acelerando a recuperação da doença... Aumenta as propriedades adaptativas da planta. Combina com B3.

  1. Dose: comprimido de 10 mg (piridixina, piridoxamina, piridoxal).
  2. Diluição: em um litro de água.
  3. Processamento: durante o transplante de orquídeas e após doenças. Não mais de 3 vezes por mês.

B12 (cobalamina)

Recomendado em climas frios, com falta de luz e ar... Acelera a taxa de crescimento das orquídeas, influencia a formação de jovens e manutenção de pedúnculos velhos. Combina com B3.

  1. Dose: comprimido de 500 mcg.
  2. Diluição: em 1 litro de água.
  3. Processamento: pulverização não mais do que 2 vezes por mês.

A composição do coquetel de vitaminas para reanimação

Para preparar um coquetel de vitaminas, você pode misturar 2 vitaminas ou mais, dada a compatibilidade entre elas. Não pode ser combinado:

  • B1 - sem nenhuma das vitaminas B;
  • B3 - com B1;
  • B6 - com B1 e B12;
  • B12 - com B1 e B6.

Combinar bem:

  • B3 e B6;
  • B12 e B3.

A inclusão de ácido ascórbico no coquetel de vitaminas aumentará a eficácia do produto.

É necessário dar um coquetel para reanimação durante os períodos de enfraquecimento da planta e após o transplante. Os componentes selecionados são dissolvidos em 1 dose em um litro de água e, em seguida, a flor é pulverizada.

Referência! A pulverização deve ser feita com pistola de pulverização máxima. O jato é direcionado para que o agente caia na parte inferior das folhas.

Problemas de escassez e excesso

Com a falta de vitaminas em uma orquídea, os seguintes sintomas são observados:

  • desaceleração no crescimento e floração;
  • esmagamento e palidez das flores;
  • clorose;
  • morrendo de folhas e sistema radicular.

Ao superalimentar a orquídea com vitaminas, tais sinais irão aparecer:

  • violação da taxa de crescimento do sistema de sarampo;
  • diminuição da concentração de manganês e ferro (folhas amarelo-claras ou esbranquiçadas);
  • clorose intervinal.

Na falta de vitaminas, é aconselhável estabelecer a alimentação regular da planta com vitaminas B com adição de ácido ascórbico. Se a planta for superalimentada, você precisa parar de adicionar vitaminas por até 2 meses.

Coquetéis de vitaminas e curativos ajudam a manter a orquídea saudável por todo o período de sua vida.... Superalimentar uma planta é tão perigoso para sua vida quanto a falta de vitaminas. A orquídea tem indicações e contra-indicações para vitaminas, que devem ser conhecidas e levadas em consideração.

Assista a um vídeo sobre vitaminas e coquetéis de vitaminas para orquídeas:


Assista o vídeo: Faça sua orquídea florir com esse pó (Agosto 2022).