Além disso

Cuidados com a videira Pelargonium: como regar uma flor ampelosa, como alimentar uma planta? Regras de fertilização

Cuidados com a videira Pelargonium: como regar uma flor ampelosa, como alimentar uma planta? Regras de fertilização



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Pelargonium é conhecido pelos cultivadores de flores como gerânio. A flor pertence a uma variedade ampelosa que cresce em vinhas rígidas pendentes. Pelargônio real agrada os olhos com botões duplos brilhantes.

Para manter essa beleza, a flor precisa ser alimentada. O gerânio simples tem várias nuances e preferências quanto aos fertilizantes usados.

Regras gerais para regar: como regar uma flor?

Uma característica da rega adequada é a atenção aos sinais individuais. Se forem encontrados, é necessário reduzir ou aumentar a rega.

Quando um aumento na irrigação é necessário:

  • a presença de flores recém-desabrochadas;
  • folhagem abundante;
  • período de floração;
  • sem chuva no verão quando cultivado ao ar livre;
  • panela de barro.

A rega é reduzida quando:

  • cair em "hibernação" (final do outono - início do inverno);
  • folhagem escassa em uma planta jovem;
  • falta de drenagem;
  • alta umidade do ar;
  • um pote de plástico ou metal.

Importante! A alternância de falta de água com transbordamento levará à morte do pelargônio. O sintoma de erro aparecerá nas folhas como pontos pretos.

Recomendações para escolher água para irrigação:

  1. Temperatura ambiente da água. Água fria pode causar podridão de raízes.
  2. Evite regar com água dura contendo muito cálcio.
  3. Chuva ou água derretida são ideais.

Regras de rega do Pelargonium:

  1. A rega em dias alternados é realizada em dias quentes.
  2. Regar 1-2 vezes / semana no período de outono-inverno e no período de dormência, desde que o solo seque até 1 cm de profundidade.
  3. Escolha um recipiente para irrigação com gargalo estreito. Isso garantirá uma distribuição uniforme da umidade.
  4. Despeje a água ao longo da borda da panela. Evite molhar as folhas.

Na primavera e no verão, fertilizantes orgânicos devem ser adicionados à água para irrigação a cada duas a três semanas.

A importância da fertilização adequada

A escolha certa do fertilizante para pelargônio é a chave para uma planta saudável e floração abundante... Os fertilizantes orgânicos resolvem parte do problema.

Pelargonium é um importante complexo de minerais como potássio, nitrogênio e fósforo. A proporção de nitrogênio é reduzida próximo ao período de floração com um aumento simultâneo na quantidade de potássio. Pelargonium responde bem à adição de iodo antes da floração.

Quando e em que casos o curativo superior é necessário?

Pelargonium está hibernando no inverno. Por esse motivo, nenhum alimento adicional é necessário. Eles começam a aplicar fertilizantes na primavera e continuam ao longo do verão. A introdução de fertilizantes complexos 2 vezes por mês fornecerá à planta nutrientes completos.

Importante! Fertilizar antes da rega é proibido. As raízes da flor queimarão e morrerão. O curativo de cobertura é adicionado após regar com água após uma hora.

Situações em que a alimentação não é realizada:

  • em caso de doença das flores;
  • após exposição prolongada ao sol;
  • 2 semanas antes e uma semana após o transplante.

Como e como fertilizar?

O principal objetivo da nutrição das plantas é a floração exuberante e longa. O uso de substâncias contendo nitrato, fosfato, potássio e iodo ajudará a atingir o objetivo.

Uma "dieta" nutricional abrangente inclui:

  • preparações de ferro;
  • enxofre;
  • permanganato de potássio;
  • substâncias contendo magnésio;
  • cálcio.

Formulações prontas

Os fertilizantes acabados são encontrados nas formas seca e líquida. Os produtos Pokon são populares entre os produtores de flores..

Ao usá-los, o crescimento e a floração do pelargônio são acelerados. Você não deve ser zeloso com fertilizantes, que contêm uma grande proporção de nitrogênio.

Isso levará ao crescimento abundante da folhagem e à formação de rebentos poderosos, impedindo o início do processo de floração.

Peróxido de hidrogênio

Uso mensal de peróxido de hidrogênio:

  • desinfeta o solo;
  • evita a deterioração da raiz;
  • satura o solo com oxigênio;
  • acelera a formação de botões.

Referência! Dissolva 50 ml do medicamento em 2 litros de água. A mistura é usada para regar e pulverizar pelargônio.

Ácido bórico

A droga ajudará a aumentar o conteúdo de clorofila no pelargônio e estimulará o processo de floração. A cobertura é realizada durante a fase de crescimento ativo na proporção de 10 g de ácido bórico por 10 litros de água com a adição de 1 copo de cinza.

Mistura de leite

O ajuste do volume de floração do pelargônio é realizado alternando a rega com água comum e solução de leite. Prepare uma solução de 1/2 copo de leite e 1 litro de água morna.

Açúcar

Pelargonium responde positivamente à alimentação de açúcar... A adição de uma solução de açúcar no inverno fará a planta florescer. A frequência da alimentação com açúcar uma vez por semana. Para obter uma solução de açúcar, tome 2 colheres de sopa de açúcar por 1 litro de água.

Cinzas

A adição de cinzas desinfeta o solo e forma belos botões. O revestimento de cobertura é preparado com 40 gramas de cinzas e 1 litro de água. A frequência de "alimentação" é uma vez a cada duas semanas.

Levedura

O fermento seco é diluído em água morna na proporção de 1 grama da droga, 20 gramas de açúcar e 1 litro de água. Após o início da fermentação, diluir com água na proporção de 1: 5. Essa alimentação formará um pelargônio maciço e saudável.

Importante! A cobertura deve ser realizada apenas na primavera. Não mais do que 2 vezes por temporada.

Como se alimentar para uma floração abundante?

A floração abundante é facilitada pela introdução de fertilizantes minerais:

  • azoto;
  • potassa;
  • fosfórico;
  • iodo.

Opções de mistura de nutrientes para flores exuberantes e de longa duração:

  1. Cinza de madeira e água... Uma solução de 20 gramas de cinzas e 1 litro de água morna aumentará o número de botões.
  2. Vitaminas B... Um aumento no número de botões com o uso de vitaminas é obtido pela alternância de curativos:
    • o primeiro usando B1;
    • três semanas depois, o segundo - B6;
    • três semanas depois, o terceiro é B12.

    Uma solução é preparada a partir de 1 ampola de vitamina e 1 litro de água. A composição é regada ao longo da borda do vaso, ao redor do sistema radicular.

  3. Solução de sulfato de magnésio... Dissolva 1,5 colheres de sopa da droga em 10 litros de água.

Iodo

O iodo pode fornecer uma floração vigorosa do pelargônio. O uso de iodo farmacêutico comum não levará muito tempo e o resultado será bom. O efeito da alimentação com iodo é perceptível após 2-3 aplicações.

Algoritmo para usar iodo para alimentar pelargônio:

  1. Umedeça previamente o solo de envasamento.
  2. Prepare uma solução de 1 gota de iodo, 1 ml de peróxido de hidrogênio e 1 litro de água.
  3. Molhar 50 gramas de solução sem tocar o sistema radicular e as folhas ao longo da borda do vaso.
  4. Taxa de frequência de irrigação com nutrientes uma vez a cada 3 semanas. O aumento da alimentação causará danos à raiz e morte.
  5. Comece a alimentar em maio e termine em setembro.

No vídeo sobre fertilização do pelargônio com iodo e peróxido:

Se você fez algo errado

Os fertilizantes devem ser aplicados com cuidado. Em caso de ações erradas, a planta irá imediatamente mostrar uma reação. O principal objetivo dos floricultores, ao utilizar fertilizantes, é aumentar o número e a qualidade dos botões, e aumentar a duração da floração.

A ingestão moderada de nutrientes não é suficiente para o florescimento do pelargônio... A oportunidade de sua aplicação desempenha um papel importante na formação dos botões.

Problemas e soluções

  1. A falta de botões pode ser causada pelo crescimento excessivo da planta, e não por falta de nutrição. Esse fato é levado em consideração na decisão sobre a alimentação. Basta transplantar a planta para um vaso maior e rejuvenescer a planta removendo os brotos velhos. A frequência do transplante é uma vez a cada 2-3 anos.
  2. A derrota do pelargônio por pragas e infecção por doenças leva à ausência de floração. Antes da alimentação, a planta é tratada, a causa da doença é removida.
  3. Um excesso de fertilizante levará ao apodrecimento do sistema radicular e ao aumento da massa verde. A planta deve ser removida do vaso, removidas todas as raízes podres e transplantadas para um novo solo.
  4. Com alimentação insuficiente, as folhas perderão seu brilho e elasticidade. É suficiente realizar a rega com vitamina.
  5. Um grande pote resultará em nenhum botão. O transplante para um vaso menor resolverá o problema.
  6. As correntes de ar e as mudanças de temperatura prejudicam a flor. Eliminando esses fatores negativos, a planta florescerá em um mês.

A pontualidade e a alimentação correta são a garantia do pelargônio em flor. O autocrescimento de uma flor sem intervenção humana não leva a uma floração abundante. É importante usar uma abordagem abrangente ao alimentar pelargônio. Em casa, colher fertilizantes não é difícil. Toda dona de casa tem fermento, iodo, leite, água oxigenada e cinzas.

As nuances da fertilização do pelargônio no vídeo:


Assista o vídeo: Poda quebra da dormência e Fertilização de Uva para inicio Brotação em Parreira Plantar em Casa (Agosto 2022).