Além disso

Segredos do cultivo de Kalanchoe em casa: tipos, cuidados e reprodução

Segredos do cultivo de Kalanchoe em casa: tipos, cuidados e reprodução



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Kalanchoe é uma flor popular usada para fins decorativos ou medicinais. É cultivada em apartamentos e casas particulares, algumas espécies são plantadas em terreno aberto em canteiros de jardim.

A planta pertence a suculentas e é despretensiosa no cuidado, muitas vezes agrada o proprietário com uma bela floração. As variedades medicinais em sua popularidade são inferiores apenas às favoritas de muitos fãs de plantas de interior - aloe vera.

História de origem

O local de nascimento do Kalanchoe é Madagascar... Durante o desenvolvimento do comércio no século 18, ele se espalhou pelo mundo graças a comerciantes e comerciantes empreendedores. Algumas variedades adornavam os canteiros de flores dos palácios reais; as flores eram populares entre as mulheres como adorno para vestidos e chapéus.

Segundo a lenda, um marinheiro adoeceu em um dos navios que passavam por Madagascar. A equipe o deixou em uma das ilhas, entregando-o aos cuidados dos residentes locais, sem realmente esperar por sua recuperação. Porém, no caminho de volta, o capitão mandou saber do destino do tripulante, e todos ficaram muito surpresos quando soube que o marinheiro estava vivo e bem. Após interrogá-lo, o capitão soube que os moradores usavam uma planta especial no tratamento do paciente. Ele foi imediatamente embarcado em um navio e levado ao continente mais próximo, de onde o Kalanchoe iniciou sua jornada ao redor do mundo.

Descrição e características

Como é chamado e porque

Traduzido do dialeto de Madagascar, "Kalanch" significa saúde. É daí que vem o nome da planta. Mais tarde, por propriedades medicinais, recebeu apelidos populares: "cirurgião sem faca", "ginseng de interior" e "árvore da vida".

Características botânicas

ReinoPlantas
O DepartamentoAngiospermas
AulaDicotiledôneas
OrdemStonefragmented
FamíliaGordinho
GêneroSuculentos
Espécies de um gênero intimamente relacionadoBryophyllum
PrevalênciaÍndia;
Austrália;
Madagáscar;
ilhas da Nova Guiné;
Molucas;
ilhas tropicais da América e Ásia

Estrutura da planta

As características da planta incluem raízes espessas e fibrosas, caules carnudos (às vezes lignificados) e placas de folhas elásticas suculentas, dispostas em espiral oposta ou em espirais de três.

As folhas são pecioladas ou sésseis. Além disso, tanto aqueles quanto aqueles têm uma base envolvente. A forma das placas é diferente - ovóide, pinada, redonda, com uma borda lisa ou com dentes. Eles também variam em espessura e tamanho, são planos e cilíndricos, pequenos e grandes, como bardanas. Apicais ou pedúnculos formados a partir dos seios da folha são inerentes a todas as espécies. A maioria das flores tem quatro pétalas.

Características de crescimento

A altura de uma planta adulta varia de 25 cm a 2 metros. O tamanho máximo é alcançado no primeiro ano de vida... Os caules podem ser retos e retos, dispostos em espiral ou rastejando ao longo do solo, ou circundando o tronco da árvore em que algumas espécies crescem.

Sistema radicular

O tipo de sistema radicular depende do tipo específico de planta e pode ser superficial ou com vários metros de profundidade. Uma característica distintiva das raízes é sua estrutura fibrosa.

Dificuldade em crescer

Até mesmo um iniciante pode cultivar um arbusto Kalanchoe forte e saudável. A planta é despretensiosa, muitas espécies se adaptam bem a várias condições e não sofrem nem mesmo com raras regas, pois na natureza elas crescem frequentemente em encostas rochosas. Ao mesmo tempo, uma forte imunidade é observada, Kalanchoe raramente fica doente e não tem medo da maioria das pragas.

Quanto tempo ele vive?

Esta é uma planta perene, alguns indivíduos em casa com bons cuidados vivem até 10 anos, mas também existem espécies com dois anos.

Sinais e superstições

Muitos sinais e superstições populares estão associados ao cultivo de Kalanchoe. Simboliza paz e harmonia consigo mesmo, foco em um objetivo definido e alcançar o entendimento mútuo com os outros.

Uma vez que esta flor foi dada no Natalcomo um desejo de bem-estar e felicidade. Acreditava-se que, se houvesse essa planta na casa, todos os problemas e dificuldades a contornariam. Kalanchoe limpa o espaço de energia negativa acumulada, atrai positividade e dá força para coisas novas.

A flor comprada retornará a paixão anterior no relacionamento dos antigos cônjuges. Todas as desavenças serão esquecidas, uma nova rodada de relações começará, repleta de momentos felizes. Se o Kalanchoe não florescer, você deve prestar atenção à confiança e compreensão mútua em um par. Assim que esses problemas forem eliminados, a planta vai liberar hastes florais e deliciar os proprietários com uma floração exuberante. Withering sugere que o Kalanchoe recebeu o golpe e arrancou o problema da família.

Uma mulher grávida deve cuidar desta planta - então ela terá um parto fácil e o bebê nascerá saudável e forte. A flor protegerá o novo membro da família de olhares malignos e danos.

E aqui Kalanchoe promete brigas e ressentimentos para recém-casados, uma atmosfera deprimente, a infidelidade e o engano irão reinar na casa. Você não pode adquirir uma planta no primeiro ano após o nascimento de uma criança - a flor vai tirar sua saúde e força.

O local ideal para colocar um vaso desta planta é na cozinha, na sala ou no peitoril da janela a sul.

Variedades

Cerca de 200 espécies desta planta são agora conhecidas. Entre eles existem variedades com flores e aquelas que não diferem em inflorescências brilhantes. Vários representantes são famosos por suas propriedades medicinais. A maioria das espécies pode ser cultivada tanto em casa como em jardins. Dos mais populares, eles observam:

Variedades de flores

Kalanchoe ardente

Um membro vermelho brilhante da família, nativo da Somália, que vive em solos rochosos. A planta tem inflorescências em forma de guarda-chuva, as folhas têm a forma de um ovo invertido. O flamejante Kalanchoe cresce até 40 cm e não se ramifica. As flores têm pétalas triangulares de tom escarlate. Fora do clima nativo, é cultivada em casa, com temperaturas médias e baixa umidade do ar.

Hilderbrandt (kalanchoe hildebrandtii)

O formato das folhas deste representante lembra uma colher de café. Sua cor é verde sujo, com um brilho prateado. O botão da flor escarlate destaca-se brilhantemente contra o fundo da folhagem, mudando gradualmente sua cor para laranja brilhante. O arbusto cresce até 35-38 cm, e a floração ocorre no inverno.
[webnavoz_instagram json = "{'att_id': '125583 ′,' autor ':' mídia '}, {' att_id ':' 125582 ′, 'autor': 'mídia'}, {'att_id': '125584 ′, 'autor': 'mídia'} »]

Pumila (kalanchoe pumila)

Um pequeno arbusto de não mais que 25 cm de altura, seus brotos crescem primeiro verticalmente e depois afundam no solo. As folhas novas formam um leque verde escuro com uma flor azulada. Com o tempo, a tonalidade muda para marrom ou roxo. Esta espécie floresce com flores rosa ou roxas brilhantes.

Usado na medicina, contém muitas vitaminas, oligoelementos, flavonóides, polissacarídeos e taninos.
[webnavoz_instagram json = "{'att_id': '125587 ′,' autor ':' mídia '}, {' att_id ':' 125586 ′, 'autor': 'mídia'}, {'att_id': '125588 ′, 'autor': 'mídia'} »]

Perdiz Figueredoi (kalanchoe figuereidoi)

A altura do arbusto chega a 50 cm. Folhas verde-acinzentadas com bordas roxas crescem em rosetas. Listras marrom-arroxeadas também estão presentes no topo das placas, fazendo com que a planta pareça uma perdiz à espreita. A cor das folhas na estação fria torna-se mais brilhante, na primavera e no verão - verde-terra desbotado.
[webnavoz_instagram json = "{‘ att_id ’:’ 125590 ′, ’author’: ’media’}, {‘att_id’: ’125591 ′,’ author ’:’ media ’}”]

Kalandiva

Uma das subespécies de Blossfeld, cultivada em casa de vegetação, de tamanho compacto (até 30 cm de altura). Quando cultivado de maneira adequada, cada haste produzirá de 20 a 50 botões.
[webnavoz_instagram json = "{'att_id': '125593 ′,' autor ':' mídia '}, {' att_id ':' 125594 ′, 'autor': 'mídia'}, {'att_id': '125595 ′, 'autor': 'mídia'} »]

Sinsepala (kalanchoe synsepala)

A variedade possui grandes folhas verdes, suas bordas são decoradas com dentes e uma borda cor de vinho. Na natureza, cresce em encostas e solos rochosos irregulares. Adequado para o cultivo no jardim, adapta-se rapidamente às mudanças climáticas, não tem medo do calor e tolera perfeitamente o frescor. A espécie difere em um modo incomum de reprodução - longos brotos são liberados dos seios das folhas, nas extremidades dos quais as folhas novas são amarradas. Flores rosas ou brancas se formam na corola das inflorescências paniculadas.
[webnavoz_instagram json = "{‘ att_id ’:’ 125598 ′, ’author’: ’media’}, {‘att_id’: ’125597 ′,’ author ’:’ media ’}”]

Kalanchoe degremona (kalanchoe daigremontianum)

Representante perene da família, crescendo até 50 cm. Folhas com cerca de 10 cm, têm uma cor verde brilhante na parte inferior e verde acinzentada no topo. Pequenos pigmentos roxos estão espalhados por toda a planta. Possui uma inflorescência paniculada que se forma no inverno.

Esta é outra espécie com um método de criação incomum. Os botões são formados entre os dentes nas bordas das folhas, de onde brotam novos brotos com raízes aéreas. Depois de totalmente amadurecidos, eles se desintegram no chão e criam raízes.
[webnavoz_instagram json = "{'att_id': '125601 ′,' autor ':' mídia '}, {' att_id ':' 125600 ′, 'autor': 'mídia'}, {'att_id': '125602 ′, 'autor': 'mídia'}, {'att_id': '125603 ′,' autor ':' mídia '} "]

Kalanchoe Beharskoe (kalanchoe beharensis)

Um membro da família, originário do sul de Madagascar. Ela cresce até 80 cm e as folhas verdes exibem uma flor de cera cinza. No topo de cada rebento, formam-se inflorescências soltas que se abrem em flores verdes ou amarelo-claras. Tolera facilmente a seca, mas cresce melhor durante a estação mais fria.
[webnavoz_instagram json = "{‘ att_id ’:’ 125605 ′, ’autor’: ’media’} ”]

Cirrus (kalanchoe pinnata)

Outra planta perene de Madagascar, encontrada em terreno montanhoso rochoso. Ela cresce até um metro de altura. As folhas inferiores são simples e de cor escura, as superiores são claras e esculpidas. Os botões são direcionados para baixo, com tonalidade verde-avermelhada.
[webnavoz_instagram json = "{‘ att_id ’:’ 125608 ′, ’author’: ’media’}, {‘att_id’: ’125607 ′,’ author ’:’ media ’}”]

Gastonis bonnieri (kalanchoe gastonis bonnieri)

Outro nome é amarelo Kalanchoe, que também cresce em Madagascar. Por causa do formato das folhas, é chamada de "orelhas de burro". Atinge 50 cm de altura.

As folhas inferiores velhas são vermelhas ou castanhas, e as jovens, localizadas mais perto do topo, têm uma tonalidade verde-prateada. Esta espécie floresce no inverno, dissolvendo botões amarelos em pedúnculos marrons na estação fria.
[webnavoz_instagram json = "{‘ att_id ’:’ 125610 ′, ’autor’: ’media’} ”]

Tubular (kalanchoe tubiflora)

Outro nome é tirsiflora. Atinge 60 cm de altura, é uma planta perene e encontra-se mais frequentemente em Madagáscar. Possui folhas longas e finas de até 10 cm.

Os brotos superiores estão cobertos de botões. As placas foliares são esverdeadas com manchas marrons e acinzentadas. Eles adoram cultivá-la em apartamentos, pois a flor dá muitos botões.
[webnavoz_instagram json = "{‘ att_id ’:’ 125612 ′, ’author’: ’media’}, {‘att_id’: ’125613 ′,’ author ’:’ media ’}”]

IMPORTANTE! Kalanchoe tirsiflora é dividido em diferentes variedades. Existem espécies altas, médias e baixas. As flores de Kalanchoe têm tons diferentes - rosa brilhante, roxo profundo, vermelho profundo, laranja, roxo claro, branco, amarelo pálido.

Chá roxo (porfirocalix de Kalanchoe)

Esta espécie cresce mesmo nos locais mais inadequados, adapta-se bem a qualquer tipo de clima. As flores têm a forma de sinos amarelo-rosa. Na natureza, esta planta pode ser encontrada tanto em solo rochoso quanto em troncos de árvores. As folhas têm uma tonalidade verde claro, são longas, podem envolver todo o tronco da planta. Floresce por cerca de duas semanas.
[webnavoz_instagram json = "{‘ att_id ’:’ 125615 ′, ’author’: ’media’}, {‘att_id’: ’125616 ′,’ author ’:’ media ’}”]

Blossfeld (kalanchoe blossfeldiana)

Originalmente cultivado em Madagascar, já que o clima úmido da floresta e o solo de húmus são as condições ideais. Alcança 35 cm de altura, parece um arbusto. As folhas verdes têm forma de ovo com uma orla avermelhada. De fevereiro a maio, as flores aparecem em inflorescências em forma de guarda-chuva.

Esta espécie é considerada a progenitora de flores de jardim e de flores ampelosas, é usada como decoração, e os tons das flores são diferentes - amarelo, branco, vermelho, lilás, rosa.

[webnavoz_instagram json = "{‘ att_id ’:’ 125618 ′, ’author’: ’media’}, {‘att_id’: ’125617 ′,’ author ’:’ media ’}”]

Marnier (kalanchoe marnieriana)

Um semi-arbusto com suculentas folhas azuladas crescendo ao redor dos brotos. A altura do marnier chega a 55 cm, os caules são rasteiros, dando volume ao arbusto. No frescor, as folhas ficam rosa-lilás, flores vermelhas ou laranja brilhante olham para baixo. Na natureza, ele vive nas áreas rochosas de Madagascar.
[webnavoz_instagram json = "{‘ att_id ’:’ 125621 ′, ’author’: ’media’}, {‘att_id’: ’125622 ′,’ author ’:’ media ’}”]

Mangini (manginii) (kalanchoe manginii)

As folhas desta espécie são semelhantes às de Blossfeld. As flores são grandes e rosadas, em forma de sino. Os botões aparecem no início da primavera. Em sua estrutura, as inflorescências são semelhantes a cachos, cada um contendo até 10 flores laranja-avermelhadas. O arbusto atinge uma altura de 50 cm.
[webnavoz_instagram json = "{‘ att_id ’:’ 125624 ′, ’author’: ’media’}, {‘att_id’: ’125625 ′,’ author ’:’ media ’}”]

Kalanchoe em expansão (kalanchoe prolifera)

Na natureza selvagem de Madagascar, esta espécie cresce até dois metros, e se distingue por uma haste forte e reta com uma roseta de folhas localizada no topo. Gradualmente, as folhas se desintegram e, depois de alguns anos, a planta floresce com inflorescências paniculadas.
[webnavoz_instagram json = "{‘ att_id ’:’ 125627 ′, ’author’: ’media’}, {‘att_id’: ’125628 ′,’ author ’:’ media ’}”]

Kalanchoe dissecado (kalanchoe laciniata)

Nativa da Ásia e da África, tem caules e brotos firmes e densos que inicialmente crescem retos e depois descem e rastejam pelo solo. A espécie recebeu esse nome por causa do formato das folhas verde-escuras - as bordas são cobertas por dentes.
[webnavoz_instagram json = "{'att_id': '125630 ′,' autor ':' mídia '}, {' att_id ':' 125631 ′, 'autor': 'mídia'}, {'att_id': '125629 ′, 'autor': 'mídia'} »]

Mix rosalina

A espécie se distingue por delicados botões de vários tons (rosa, branco, roxo, amarelo) e folhas arredondadas e brilhantes. É considerado um dos representantes mais despretensiosos da família.
[webnavoz_instagram json = "{'att_id': '125637 ′,' autor ':' mídia '}, {' att_id ':' 125636 ′, 'autor': 'mídia'}, {'att_id': '125635 ′, 'autor': 'mídia'}, {'att_id': '125634 ′,' autor ':' mídia '} "]

Flor em panícula (kalanchoe thyrsiflora)

Planta perene com grande número de folhas, até meio metro de altura. As folhas são arredondadas nas pontas, um tom branco-prateado. A densidade principal está localizada perto do solo, há muito menos folhas no topo.

A inflorescência é uma panícula. As flores são amarelas, com pequenas pétalas, aparecem em maio ou final de abril e duram cerca de um mês.
[webnavoz_instagram json = "{‘ att_id ’:’ 125639 ′, ’author’: ’media’}, {‘att_id’: ’125640 ′,’ author ’:’ media ’}”]

Flor grande (kalanchoe grandiflora)

Assemelha-se a um aspecto de mármore. A Índia é considerada a pátria. Atinge 60 cm de altura, um arbusto de caule reto, ao longo do qual são colocadas folhas verdes claras sobre pequenas estacas. Se a planta passa muito tempo ao sol, as folhas ficam rosa ou roxas, especialmente nas bordas.
[webnavoz_instagram json = "{‘ att_id ’:’ 125664 ′, ’autor’: ’media’} ”]

Lucia (kalanchoe luciae)

A espécie tem folhas duras e densas, de grande tamanho, crescendo ao redor do caule. As placas superiores têm uma flor azulada, as inferiores são verdes ou roxas.

A planta é perene, começa a florir após dois anos. Os botões são amarelos brilhantes, muitas vezes após a floração, a lusia começa a desbotar, mas é restaurada com a ajuda de rebentos de crianças.
[webnavoz_instagram json = "{'att_id': '125642 ′,' autor ':' mídia '}, {' att_id ':' 125643 ′, 'autor': 'mídia'}, {'att_id': '125644 ′, 'autor': 'mídia'} »]

Marble (kalanchoe marmorata)

Outro nome é Kalanchoe variegado, que cresce na natureza nas montanhas da Etiópia. Ela cresce até meio metro, parece um grande arbusto, cujas folhas têm a forma de um ovo invertido.

A planta ganhou esse nome devido à cor variada das folhas: têm tonalidades verdes e marrons, com pontos marrons e roxos. A coloração atua como uma camuflagem entre as pedras em solo argiloso.
[webnavoz_instagram json = "{‘ att_id ’:’ 125646 ′, ’author’: ’media’}, {‘att_id’: ’125647 ′,’ author ’:’ media ’}”]

Fedchenko (kalanchoe fedtschenkoi)

As folhas deste representante são ovais, densas, com dentes ao longo de todo o perímetro. Eles têm uma cor verde brilhante, mas com a exposição prolongada ao sol, muda para tons de vermelho ou rosa. Às vezes, os pratos ficam com uma cor diferente - branco, amarelo, creme. Em altura, esta planta é pequena, até 30 cm. Os botões de sino rosa inclinam-se para o solo.
[webnavoz_instagram json = "{‘ att_id ’:’ 125649 ′, ’autor’: ’media’} ”]

Solto (kalanchoe laxiflora)

Os rebentos adultos desta planta atingem 50 cm e está adaptada para crescer em superfícies rochosas irregulares.

As folhas têm uma base azul esverdeada e uma borda vermelha ao redor da borda. Às vezes, placas completamente vermelhas são encontradas. Os dentes nas folhas enfatizam apenas a forma ovóide. As flores são vermelhas, lilás, rosa-púrpura e laranja.
[webnavoz_instagram json = "{‘ att_id ’:’ 125652 ′, ’author’: ’media’}, {‘att_id’: ’125651 ′,’ author ’:’ media ’}”]

Não florescendo

Das espécies que não florescem, duas são populares.

Kalanchoe laciniata

Também chamo a planta de "chifres de veado", o que fala da forma peculiar das placas das folhas. É uma espécie perene, com rebentos suculentos e carnudos rastejando ao longo do solo.

As folhas são serrilhadas ao longo da borda e a superfície é lisa, como se coberta de cera. A cor das placas é verde intenso.
[webnavoz_instagram json = "{‘ att_id ’:’ 125654 ′, ’author’: ’media’}, {‘att_id’: ’125655 ′,’ author ’:’ media ’}”]

Felt Kalanchoe ou tomentosa (kalanchoe tomentosa)

Esta planta é de Madagascar e é frequentemente comparada às orelhas de um gato. O caule é plano e reto, totalmente coberto de pêlos. A flor tem inflorescências em forma de guarda-chuva, folhas longas, um tubo curto de corola.
[webnavoz_instagram json = "{‘ att_id ’:’ 125658 ′, ’author’: ’media’}, {‘att_id’: ’125657 ′,’ author ’:’ media ’}”]

Que espécies podem ser cultivadas ao ar livre?

Kalanchoe é perene ou anual?

Que tipos de Kalanchoe são medicinais?

Propriedades e aplicativos úteis

Kalanchoe é capaz não só de decorar um quarto, mas também de tratar várias doenças, por isso é frequentemente cultivado para esses fins.

Propriedades curativas

Para fins medicinais, apenas três tipos são usados: Kalanchoe Degremona, Kalanchoe pinnate e Kalanchoe Blossfeld... Em termos de qualidades medicinais, pouco diferem entre si e são utilizadas no tratamento de algumas doenças.

Kalanchoe tem propriedades bactericidas, destrói microorganismos perigosos e impede o crescimento de bactérias. Ele inibe a inflamação, para o sangramento e é capaz de arrancar o tecido morto de feridas, motivo pelo qual as pessoas o chamam de "um cirurgião sem faca". Tem um bom efeito na cicatrização da pele. Na medicina, Kalanchoe é usado para tratar angina, rinite, sinusite, sinusite, gripe, infecções respiratórias agudas e infecções virais respiratórias agudas.

Os dentistas costumam recomendar decocções desta planta para eliminar os sintomas de doença periodontal, estomatite e gengivite. Kalanchoe é eficaz no tratamento de doenças de pele, por exemplo, acne, eczema, psoríase. Cura feridas, fissuras, erosões, úlceras, auxilia no tratamento de varizes.

Para mulheres

Kalanchoe é usado no tratamento de doenças ginecológicas. Ele alivia a inflamação da mucosa do canal cervical conhecida como cervicite e promove a cura da erosão cervical.

Devido ao seu alto teor de flavonóides, que são semelhantes em estrutura aos hormônios sexuais, a planta ajuda a aliviar os sintomas da pré e pós-menopausa. Os flavonóides reduzem os lipídios e retardam os processos oxidativos, tornando o processo de envelhecimento mais suave e menos doloroso.

Durante a gravidez

O suco Kalanchoe, diluído ao meio em água fervida, evita o uso de medicamentos químicos durante a gravidez. É instilado no nariz com infecções respiratórias agudas e infecções virais respiratórias agudas, conseguindo assim uma diminuição na produção de muco e uma diminuição na inflamação, torna-se mais fácil respirar e a tosse diminui.

Se lágrimas e rachaduras profundas foram obtidas durante o parto, então o suco de uma planta medicinal vai acelerar o processo de cura... Para isso, uma gaze embebida em suco é aplicada na ferida e deixada por 10-15 minutos. A pele ao redor da ferida é pré-lubrificada com furacilina ou emulsão de sintomicina. O resultado já está no quinto dia.

Por uma semana, o suco Kalanchoe alivia fissuras nos mamilos durante a amamentação. Após cada mamada, 2-3 gotas de suco misturado com água 1: 1 são aplicadas nos mamilos. Antes de dar uma mama a um bebê, os mamilos devem ser limpos com um cotonete úmido.

Para homens

Em homens que levam uma vida sedentária e estão acima do peso, a circulação sanguínea nos órgãos pélvicos costuma ser prejudicada, o que leva ao desenvolvimento de doenças como adenoma de próstata e prostatite. A tintura de álcool ou as compressas das folhas frescas de Kalanchoe aliviam a inflamação e os sintomas da doença. E o consumo diário de uma folha fresca dessa planta reduz o risco de desenvolver câncer de próstata em 30% devido aos flavonóides contidos.

Para crianças

Kalanchoe é usado no tratamento do resfriado comum em crianças com mais de um ano de idade. Até dez anos, 1-2 gotas de uma decocção da planta são instiladas, para crianças com mais de dez anos - suco diluído igualmente em água fervida. Ou coloque tampões embebidos nessas gotas em cada narina por 5 minutos.

IMPORTANTE! Antes de iniciar o tratamento, é necessário realizar um teste de sensibilidade pingando um pouco de suco na superfície interna do cotovelo. Se aparecer vermelhidão ou coceira, o medicamento não pode ser usado. Não é recomendado para crianças misturar o suco de Kalanchoe com o suco de outra planta (babosa ou cebola).

Os médicos proíbem o uso desse tratamento se a criança ficar com febre por muito tempo. Gotas de plantas medicinais ajudam apenas com adenóides inflamadas, infecções respiratórias agudas ou infecções virais respiratórias agudas. Se o nariz escorrendo for causado por uma reação alérgica ou de natureza fisiológica, então outro remédio é selecionado.

Ao perder peso

Kalanchoe não tem um efeito claro no processo de emagrecimento, mas está incluído em um programa abrangente de emagrecimento, usando-o como fortalecedor e agente digestivo.

Contra-indicações

Kalanchoe deve ser usado no tratamento apenas após consulta a um médico. As contra-indicações são:

  • intolerância individual ou ataques alérgicos prolongados;
  • pressão sanguínea baixa;
  • violação do ritmo cardíaco;
  • asma brônquica;
  • doenças hepáticas (hepatite, cirrose, etc.);
  • diabetes mellitus em fase de descompensação;
  • glomeruponefrite;
  • Doença de Whipple;
  • doenças oncológicas;
  • idade das crianças até um ano.

ATENÇÃO! Durante a gravidez e durante a lactação, é proibido usar folhas frescas ou suco de planta em seu interior - apenas decocções e infusões. Com um resfriado, o suco é diluído em água fervida e somente com a autorização do ginecologista.

Tipos de composições medicinais

No tratamento de doenças, vários tipos de compostos medicinais são utilizados.

Infusão

Para a infusão, as folhas finamente picadas da planta são derramadas com água fervente e cozidas em banho-maria por 15-20 minutos em uma panela de esmalte com tampa bem fechada. A infusão para uso externo é feita na proporção de 1: 5, e para uso interno - 1:10.

Sumo

Para suco espremido na hora, folhas novas são usadas. Eles são mantidos na geladeira por várias horas, amassados, triturados e espremidos em um prato de vidro.

Tintura

As folhas frescas cortadas da planta são despejadas em um frasco de vidro escuro seco por um terço, cheio até a borda com álcool, fechado com uma tampa apertada e colocado por uma semana em um local fresco e escuro. Uma semana depois, a tintura é filtrada e armazenada na geladeira, em um recipiente de vidro escuro.

Manteiga

O suco de flor espremido na hora é misturado com azeite de oliva (1: 1). O óleo é infundido por 3 dias em uma sala escura, armazenado em um vidro escuro, na geladeira.

Decocção

5 folhas são derramadas sobre 100 ml de água e levadas para ferver em fogo baixo. O recipiente é deixado por uma hora, depois o caldo é filtrado e colocado em um recipiente de vidro de vidro escuro, usado para tratar resfriados em crianças e durante a gravidez.

Kalanchoe na medicina popular

Esta planta tem uma ampla gama de efeitos no corpo e é frequentemente mencionada nas receitas da medicina tradicional para o tratamento de várias doenças. Qualquer um dos três tipos de medicamentos mencionados acima é usado.

Com diabetes mellitus

No caso de diabetes mellitus, o corpo do paciente precisa de alimentação regular com cálcio, que é abundante no suco fresco das folhas de Kalanchoe. Tome uma colher de sopa, uma vez ao dia, às refeições, sem aumentar a dosagem. Em um mês, a insulina pode ser misturada ao suco, cuja quantidade será indicada pelo médico na recepção.

Pessoas com diabetes costumam ter problemas nos pés. Qualquer pequeno ferimento, úlcera ou arranhão pode provocar uma infecção que resultará em uma úlcera trófica. Nesse caso, o suco é misturado com novocaína, lanolina ou furazolidona (a dosagem do medicamento será prescrita pelo médico). Os pontos doloridos são lubrificados 3-4 vezes ao dia. Nos primeiros minutos, há uma leve sensação de queimação, mas depois ela passa. Não é necessário lavar o medicamento.

Loções também são usadas para tratar essa úlcera.... Uma parte do suco de Kalanchoe é misturada com a mesma quantidade de suco de aloe. A mistura resultante é impregnada com um curativo ou cotonete, que é aplicado na ferida por 15-20 minutos e, em seguida, lavado com água morna.

Dor de dente

Os especialistas observam que o Kalanchoe tem o mesmo efeito que a novocaína, portanto, é adequado para aliviar dores de dente. O mingau das folhas é aplicado na bochecha, coberto com papel alumínio e embrulhado em um lenço quente por 30-60 minutos.

Enxaguatórios bucais com tintura de álcool são usados ​​para tratar gengivite, periodontite e estomatite. É permitido diluir com tintura de cálamo, fazendo aplicações. Para isso, um guardanapo de gaze é impregnado com a mistura e aplicado nas gengivas por 5 a 7 minutos. Para estomatite, são aplicados tampões com suco, 4 vezes ao dia, durante 12 minutos.

Com gastrite

Para o tratamento da gastrite, o suco é tomado por via oral, uma colher de sopa 3 vezes ao dia, após as refeições. Essa técnica irá aliviar o processo inflamatório no estômago e reduzir a dor, estimulando a reparação dos tecidos.

Fortalecer a atividade secretora do estômago e acelerar o processo de digestão dos alimentos ajudará o suco fresco pela metade com uma infusão de folhas de centaúrio, relógio e bagas de zimbro (1 colher de sopa de cada componente é derramada com um litro de água fervente e infundida por 30 minutos). A composição é consumida estritamente antes de cada refeição por 1 colher de sopa. colher.

Para herpes

A coceira e ardor devido a erupções de natureza herpética remove o suco das folhas frescas, misturado em proporções iguais com o mel. A mistura é aplicada na área inflamada e após 10 minutos lavada com água morna. Essa composição pode ser usada não apenas na forma de fricção, mas também no interior. Estimula o sistema imunológico e tem efeito anti-séptico no corpo.

Folhas picadas também servem. Partes iguais de mel e folhas são insistidas por 10 horas e consumidas de acordo com o art. colher 3-4 vezes ao dia.

Para os intestinos

Para o tratamento e prevenção de doenças intestinais (gastroduodenite, colite e enterocolite), utiliza-se a tintura de álcool das folhas de Kalanchoe. 15-20 minutos antes das refeições, tome 1 colher de chá de tintura com um pouco de água morna. A recepção é realizada apenas antes do café da manhã completo, almoço e jantar, lanches não contam.

Para aliviar a condição de colite aguda, a tintura é misturada com uma decocção de mil-folhas. Para fazer isso, despeje uma colher de sopa de ervas com um copo de água e cozinhe por 10 minutos em fogo baixo. O caldo é deixado esfriar e filtrado, misturado em partes iguais com a tintura e a mistura resultante, 1 colher de sopa. colher tomar 5-7 vezes ao dia. Ocorre diminuição da dor, normalização das fezes e melhora do apetite.

O seguinte remédio ajudará a prevenir a exacerbação da colite crônica:: uma quantidade igual de banana-da-terra e folhas de Kalanchoe são passadas por um moedor de carne e despejadas com água para que cubra apenas as folhas. A mistura é infundida por 20 minutos, espremida e colocada na geladeira. A composição curativa é consumida 3 vezes ao dia por 1 colher de sopa. colher, por 15-20 dias, após o qual eles fazem uma pausa de um mês.

De queimaduras

Em caso de queimadura de frio, o suco de Kalanchoe é pingado no local dolorido, até 4 vezes ao dia. Em caso de queimaduras, aplica-se uma folha inteira da planta, fixando-a com bandagem ou pano denso, por 3-4 horas, substituindo-a por uma nova. Se a ferida for extensa e um lençol não puder ser dispensado, um guardanapo de gaze embebido em suco é aplicado e removido após 5 horas.

Para o fígado

O trabalho do fígado e da vesícula biliar é interrompido devido a processos inflamatórios que levam à formação da bile e à manifestação de estagnação. A coleta de ervas medicinais elimina esses problemas.

2 colheres de sopa. colheres de sopa de calêndula, sementes de endro, zimbro e bebês Kalanchoe são misturados com 4 colheres de sopa. colheres de camomila, morango, roseira brava, cavalinha e estigmas de milho. 3 colheres de sopa. colheres de coleta são derramadas com água fervente (0,5 l) e insistiu por uma hora e meia. Após filtrar e tomar um copo 3 vezes ao dia, 15-20 minutos antes das refeições.

Outra coleção também é usada, composta por erva de São João e bebês Kalanchoe (1 colher de sopa por copo de água fervente). As plantas são derramadas com água e infundidas por 1,5-2 horas. O curso de tratamento dura 5-7 dias, o caldo é adicionado de acordo com o art. colher no chá.

Com angina

Os colírios usados ​​para tratar um resfriado comum são úteis no caso de amigdalite ou dor de garganta. O suco de Kalanchoe é misturado com água fervida (1: 1) e usado para enxágue 4-5 vezes ao dia até a recuperação completa. Este método também é usado para tratar a angina infantil.

Com hemorróidas

Kalanchoe reduz a inflamação, alivia a dor e normaliza a circulação sanguínea, por isso é frequentemente usado para tratar hemorróidas. Usam-se loções, compressas ou banhos.

O suco é espremido das folhas frescas da planta, com as quais um guardanapo de gaze é impregnado. É aplicado na hemorróida inflamada por 15-20 minutos.

Para o banho, é necessário meio copo de suco misturado com uma infusão de ervas medicinais: 20 g de raiz de valeriana, 30 g de rabo de cavalo e 50 g de casca de carvalho são misturados, mede-se 1 colher de sopa. colher e despeje um copo de água fervente por uma hora. A infusão é adicionada ao suco de Kalanchoe e diluída com água morna em uma bacia. Você precisa sentar-se nele por 15-20 minutos.

Misture também o suco de Kalanchoe com vaselina (nas proporções 1: 3). A pomada resultante é aplicada por 20-30 minutos e, em seguida, lavada com água morna. Isso irá aliviar a inflamação da hemorróida e reduzir a dor.

De verrugas

Antes de tratar verrugas e papilomas, as folhas de Kalanchoe são refrigeradas por duas semanas. O tratamento pode ser feito de várias maneiras:

  • de manhã e à noite, esfregue suco fresco na verruga;
  • 3 colheres de sopa. colheres de sopa de folhas picadas são despejadas em 100 ml de vodka e deixadas por uma semana em um quarto escuro, e então esfregadas na verruga pela manhã e à noite até que desapareça completamente;
  • 1 parte de suco de Kalanchoe e 2 partes de azeite são mantidas por 30 minutos em banho-maria, mexendo sempre, e após o resfriamento, a mistura é esfregada no acúmulo.

Para maior eficiência, antes dos procedimentos, uma decocção de absinto, calêndula e celidônia é aplicada na verruga (1: 1: 1).

De prostatite

A prostatite é tratada com uma tintura alcoólica à base de Kalanchoe. 100 g de folhas são despejados com 200 ml de álcool e mantidos por 10 dias em um local fresco e escuro, e então filtrados com gaze. O medicamento é tomado por via oral, uma vez antes do café da manhã e uma hora antes de deitar, uma colher de chá cada. Após melhora do quadro, a dosagem é reduzida para 1/2 colher.

A tintura também é bebida de acordo com um esquema diferente - 1,5 colher de chá 1 vez ao dia, com o estômago vazio... O curso dura até que os sintomas desapareçam completamente. E para fins de prevenção, recomenda-se comer uma folha fresca da planta todos os dias.

Com um resfriado

Se você mastigar uma folha de Kalanchoe, isso vai aliviar a tosse e amolecer a garganta, livrar-se dos germes e do vírus. O suco da planta com água fervida (em proporções iguais), 2 vezes ao dia, conforme art. A mesma composição pode ser pingada 3-4 vezes ao dia, 1-2 gotas no nariz para remover o coriza. E o suco de aloe adicionado irá acelerar o processo de cicatrização.

De tosse

Os ataques de tosse persistente são tratados com uma mistura de suco de Kalanchoe com manteiga derretida (1: 1). Uma colher de sopa do produto é ingerida 3 vezes ao dia, antes das refeições.

Ou então corta-se o fundo de um rabanete preto e faz-se uma pequena depressão, que se enche com folhas picadas de uma planta medicinal e uma colher de mel. O fundo é devolvido ao seu lugar e o rabanete é colocado na geladeira, verificando-se periodicamente o suco alocado. É drenado e bebido de acordo com o art. colher antes das refeições.

De varizes

A tintura de álcool de Kalanchoe estimula a circulação sanguínea, portanto, é freqüentemente usada para tratar as veias varicosas. É esfregado nas pernas de baixo para cima (dos pés às coxas). A microcirculação sanguínea melhora, o número de veias da aranha diminui. A sensação de peso nas pernas é eliminada, a dor é aliviada e a frequência das convulsões diminui. Para um efeito de fricção estável, passe 4 meses.

Para o tratamento das varizes, a tintura é feita com 500 ml de vodka e 2 colheres de sopa. colheres de sopa de folhas esmagadas de uma planta. Eles são mantidos por 10-12 dias em um local escuro, agitando uma vez por dia.

De nariz escorrendo

Para o tratamento da rinite em adultos, o suco de Kalanchoe é misturado com suco de babosa ou cebola (em partes iguais) e três gotas são pingadas em cada narina. É melhor ter cuidado com a cebola e testar a mistura na dobra interna do cotovelo antes de usar.

Kalanchoe também é misturado com uma decocção de erva-cidreira ou erva de São João (1: 1). Esse remédio não só dá a capacidade de respirar, mas também alivia a inflamação e tem um efeito antimicrobiano. No tratamento da rinite infantil não se usa suco, apenas decocção.

Para juntas

Doenças articulares são tratadas externamente, Composições à base de Kalanchoe melhoram a atividade física, alivia a dor e a inflamação.

4 colheres de sopa. colheres de sopa de folhas esmagadas são colocadas em 500 ml de álcool em um recipiente de esmalte ou vidro. A composição para moer é mantida sob a tampa por 2 semanas, filtrada e armazenada na geladeira, esfregando as juntas com ela uma vez por dia.

Comprima para as articulações - giz amassado, 1-2 colheres de sopa de kefir e uma pequena quantidade de tintura alcoólica (a consistência da mistura deve ser como creme de leite). Antes de ir para a cama, o produto preparado é aplicado nas juntas, envolto em polietileno e com uma atadura ou pano grosso. A compressa é deixada durante a noite e pela manhã é lavada com água morna.

Outra composição para moer é feita de partes iguais de mel, rabanete preto ralado e suco de Kalanchoe. Os ingredientes são misturados e infundidos por algumas horas e, em seguida, esfregados sobre as articulações doloridas. Recomenda-se misturar o suco de Kalanchoe com raiz-forte ralada ou picada.

Com sinusite

Um resfriado prolongado ou ARVI leva ao desenvolvimento de sinusite, que é tratada com tintura de Kalanchoe com aloe vera em partes iguais - 2 gotas em cada narina, três vezes ao dia. Ao mesmo tempo, a cabeça é mantida jogada para trás.

Para agilizar o tratamento, são utilizados cotonetes com pomada (50 g de lanolina, 50 g de vaselina e uma colher de sopa de suco de Kalanchoe). Eles são colocados nas narinas por 5-6 minutos uma vez por dia antes de ir para a cama à noite.

Quando a sinusite se desenvolve, quando a inflamação afeta vários seios da face, um remédio mais forte é usado. Uma colher de chá de sucos de cebola, raiz de ciclomena, aloe e Kalanchoe são adicionados a 10 g de pomada Vishnevsky. A mistura é aplicada em tampões e colocada nas narinas 3 vezes ao dia por 5-7 minutos. O curso dura 25-30 dias.

Aplicação em cosmetologia

Além de fins médicos, Kalanchoe é usado em cosméticos para a pele, cabelos e unhas. É adicionado a máscaras e loções, são feitos banhos e compressas.

Para uma pele bonita

Os cosmetologistas recomendam o uso de Kalanchoe para limpar os poros e a pele, eliminar o excesso de gordura e clarear manchas da idade. Ele também luta contra a acne. Retire a casca da folha e limpe o rosto e decote com a polpa, espere um pouco, deixando o suco absorver, e depois aplique um hidratante ou creme nutritivo sem lavar.

Para secar a pele oleosa, o suco de Kalanchoe é misturado com uma decocção de outras ervas medicinais (folhas de tília, hortelã e camomila são colocadas em água fervente por meia hora). A mistura é aplicada no rosto como uma máscara por 20-25 minutos, lavada com água morna e um creme é aplicado.

Para mãos e unhas

A planta amolece a pele das mãos, devido às suas propriedades anti-sépticas, trata os fungos das unhas, fortalecendo a lâmina ungueal e restaurando a cutícula.

Algumas gotas de suco são adicionadas ao creme para as mãos antes de ir para a cama, calçando luvas de algodão por cima e deixando durante a noite. Se o fungo precisa ser curado, então cada unha é envolvida à noite com gaze embebida em suco, sob as luvas, todos os dias até que o fungo desapareça.

Loção para pele jovem

Uma colher de sopa de suco é misturada com uma colher de chá de mel e meio copo de água fervida. O produto é utilizado para limpar o rosto após cada lavagem, antes da aplicação do creme ou após a máscara. Adequado para pele oleosa e seca.

Para cabelos lindos

Uma máscara especial ajuda a dar ao seu cabelo um belo brilho e espessura. Tome uma colher de chá dos sucos Kalanchoe, bétula e alho, misture com 1 gema e aplique em todo o comprimento dos cabelos por 2 horas, sob um filme e uma toalha. Após o tempo previsto, a máscara é lavada com shampoo e, em seguida, um condicionador ou bálsamo é aplicado.

As folhas de Kalanchoe podem ser comidas frescas?

Kalanchoe é venenoso para cães e gatos?

Qual Kalanchoe não pode ser mantido em casa?

Cuidados domiciliares

Kalanchoe é cultivado para fins decorativos ou medicinais. Para evitar que a planta morra, é importante seguir as regras básicas para cuidar dela.

Localização e iluminação

A maioria das espécies cresce em regiões quentes, então um local bem iluminado para a planta é escolhido, mas sem a luz do sol escaldante. No apartamento, é necessário fornecer a flor em plena luz do dia (12 horas), no verão eles escolhem a janela oeste ou leste, no inverno eles reorganizam para o sul. Use lâmpadas, se necessário.

Temperatura

Kalanchoe não é exigente com as condições de temperatura, mas a planta se desenvolve melhor a + 18 ... + 28 graus no verão e + 14 ... + 18 - no inverno (durante este período, os botões das flores são colocados). Se a temperatura cair abaixo de +10 graus e durar muito tempo, a planta murchará e morrerá.

Como cuidar durante o período de descanso?

  1. Pedúnculos são cortados.
  2. A temperatura do conteúdo é reduzida para + 15 ... + 18 graus.
  3. Reduza a duração das horas de luz do dia de 12 para 8. Use uma tampa de papelão grosso ou cubra a flor com um saco opaco.
  4. Rega mínima. Ele é produzido somente depois que o solo está completamente seco.
  5. Um mês depois, as condições anteriores de detenção são devolvidas.

Rega

Regue a planta com água macia e bem estabilizada, a uma temperatura ligeiramente acima da temperatura ambiente. É necessário repor a umidade imediatamente após a secagem da camada superior do solo, evitando que o solo seque, pois a folhagem cai por causa disso. A rega é feita através de palete... No inverno, isso é feito 3-4 dias após a secagem da mistura de solo, no verão - logo no primeiro dia.

Umidade

Kalanchoe se sente bem com a umidade ambiente normal, mas em dias quentes é necessário borrifar a flor com um borrifador. Não é assustador se você se esquecer de fazer isso - as folhas carnudas, geralmente com uma superfície felpuda, liberam a umidade lentamente.

O solo

Para o cultivo desta planta solo adequado para cactos, por exemplo "Multidach" (75 rublos por pacote), "Universal para suculentas" (350 rublos por pacote), "Fasco" (66 rublos). Ou o solo é preparado independentemente de turfa, areia, solo decíduo e soddy em uma proporção de 1: 1: 2: 4.

É importante que no solo selecionado não haja patógenos e larvas de pragas, e haja nutrientes suficientes para o desenvolvimento da planta. Portanto, pegue o solo comprado de fabricantes confiáveis, derrame o solo preparado com água fervente e seque-o.

Panela

Para Kalanchoe, vasos de barro ou cerâmica são usados ​​um pouco maiores do que o sistema radicular de uma flor. Escolha recipientes de cores claras para que a terra não seque ao sol e a panela não aqueça. O cache-pot é utilizado para espécies ampelosas, nos outros casos, o uso obrigatório de palete - a rega é feita através dele.

Cobertura, fertilizantes:

Os fertilizantes são aplicados no verão, uma vez por mês, usando matéria orgânica, e uma vez no outono, durante a formação dos botões. O curativo mineral é usado uma vez por semana. Adequado para fertilizantes Kalanchoe para cactos, que são vendidos em qualquer loja da especialidade.

Poda

A maioria das espécies da família descarta placas de folhas velhas. Os brotos nus são cortados e transplantados para um recipiente individual. Se a espécie pertencer às variedades ampelous e os caules caírem pesadamente sobre a borda, então eles também podem ser cortados e plantados ao lado ou deixados nesta forma. Essas manipulações não podem ser realizadas quando a planta está no estágio dormente.

Pulverização

Em situações normais, borrife a planta com água somente se o ambiente tiver baixos níveis de umidade. Se a planta for atacada por insetos, a pulverização torna-se uma medida eficaz de controle de pragas. Nesse caso, use óleo mineral ou inseticidas. Isso será discutido com mais detalhes na seção correspondente do artigo.

Cuidado de inverno

A flor não requer atenção especial no inverno.... Dos pré-requisitos - uma diminuição na rega (o procedimento é realizado de manhã, água morna e macia) e um regime de temperatura de + 14 ... + 18 graus. Se a planta sofre de falta de iluminação (lado norte, poucas horas de luz do dia), então a iluminação adicional com fitolâmpadas é organizada.

Primeiro cuidado após a compra

A primeira regra é a quarentena. Não coloque a nova planta ao lado do resto das flores para evitar infestação por pragas ou doenças fúngicas. Limpe os caules e folhas com uma solução fraca de permanganato de potássio (a água deve ser ligeiramente rosada), seque a planta e deixe por vários dias em local bem ventilado, monitorando sua posterior saúde. Evite luz solar direta e alta umidade na sala.

Características do cuidado ao ar livre

Kalanchoe no verão às vezes é transplantado para um canteiro de flores. A planta é preparada preliminarmente para as condições externas, expondo o vaso à varanda ou à rua por várias horas. O transplante é realizado na primavera, quando não há perigo de geada ou forte onda de frio. A temperatura do ar não deve ser inferior a +12 graus.

Eles escolhem um local bem iluminado, longe de árvores, arbustos densos e edifícios, para que a flor não sofra com a falta de sol. Regue o Kalanchoe no campo aberto uma vez por semana, certifique-se de afrouxar o solo após cada irrigação.

Florescer

Acima no artigo há uma lista de espécies que irão deliciar você com belas flores. A observância de duas regras simples ajudará a alcançar esse fenômeno - um horário diurno completo com iluminação forte e uma alimentação única obrigatória com matéria orgânica nos meses de outono, quando os rudimentos dos botões são colocados. Após a floração, parte dos brotos é cortada, formando um belo arbusto. Isso salvará o vigor da planta e permitirá que ela descanse antes do próximo ciclo de floração.

Se os pedúnculos não têm pressa em nascer, a planta pode ser estressada um pouco para estimular o crescimento... Para isso, o pote é retirado por dois ou três dias em local escuro e fresco (com temperatura de + 12 ... + 15) e, em seguida, devolvido ao seu lugar original.

Transferir

Quando necessário

A planta é transplantada apenas se tiver crescido muito e ficar apertada em seu próprio vaso. Se o Kalanchoe viver em um recipiente grande, você não deve transplantá-lo - isso pode causar estresse e atrasar a futura floração.

Requisito para solo e vaso

O pote é selecionado em um formato clássico, o melhor de tudo, argila e de cor clara, para que os raios do sol não aqueçam suas paredes. Deve haver orifícios no fundo da panela para que a umidade passe. Além disso, é criada uma camada de drenagem de lascas de tijolo ou argila expandida. Para transplantar arbustos jovens, use uma mistura de solo consistindo de turfa, areia, folha caduca e solo de grama na proporção de 1: 1: 2: 4 ou compre um substrato pronto para suculentas em uma loja. Se o epífito Kalanchoe for transplantado, é recomendável adicionar uma pequena quantidade de húmus à mistura de solo.

Instruções passo a passo

  1. O pote é preenchido com uma camada de drenagem e solo.
  2. A planta é removida com cuidado do recipiente antigo, uma pequena quantidade de solo nativo é deixada nas raízes (se o Kalanchoe estiver saudável).
  3. Um recesso é feito no novo solo em que a planta é colocada.
  4. As raízes são cobertas com terra, a camada superior é esmagada.
  5. A rega é feita através da palete, o solo é ligeiramente umedecido por cima.
  6. O vaso é colocado à sombra por dois dias, sendo então devolvido ao seu lugar original.

Reprodução

Todos os tipos de criação estão disponíveis em Kalanchoe. A seguir falaremos sobre cada um deles com mais detalhes.

Assentos: quando e como - instruções passo a passo

Se você notar que o arbusto Kalanchoe cresceu e soltou vários brotos laterais, por causa dos quais ficou apertado no vaso, então a planta pode ser dividida em partes e plantada em vasos diferentes. Isso é feito no final do período de dormência.

Os vasos são preenchidos com uma camada de drenagem e solo para as suculentas. (em uma proporção de 2: 1: 0,5 grama, solo folhoso e areia grossa de rio). O arbusto é dividido em duas ou três partes, tentando não danificar as raízes, cada uma das partes é colocada em seu próprio recipiente. O solo é ligeiramente triturado e regado. Os vasos são retirados por dois dias em local fresco e ligeiramente escuro e, em seguida, colocados no parapeito de uma janela ensolarada.

Sementes

A propagação de sementes é usada se a espécie selecionada for exótica (flor de penas e feltro) e for difícil obtê-la de outros proprietários ou em uma loja.

O solo é preparado (nas proporções 1: 1: 1: 0,5 húmus, terra folhosa, turfa e areia grossa do rio), a drenagem é colocada no fundo do recipiente. As sementes são despejadas na superfície e cobertas com vidro, depois de borrifadas com água. O recipiente é colocado em um local bem iluminado e a temperatura é mantida em +20 graus. O vidro é removido diariamente por 15-20 minutos para arejar. Cada vez que o solo seca, ele é regado. As mudas são transplantadas para um recipiente separado após a formação de 2-3 folhas fortes

Folha

No final de maio ou início de junho, uma folha carnuda e saudável (mesmo jogada por uma planta) é jogada na areia úmida e coberta com uma tampa transparente. O recipiente é colocado em um local claro e quente, uma vez por dia a tampa é removida por 10-15 minutos. Quando as raízes aparecem, a folha é transplantada para o solo para as suculentas e devolvida ao seu local de origem, garantindo irrigação regular.

Estacas

A reprodução por estacas permite não só obter uma nova planta, mas também renovar e fortalecer a antiga. Os caules do Kalanchoe são fortemente alongados durante a floração e, depois que as flores caem, a planta parece careca e imperceptível. Portanto, é recomendado:

  • a parte alongada do caule (reta, de 8 cm de comprimento, com entrenós curtos e folhas iguais), cortada e colocada no solo, regando abundantemente;
  • é permitido germinar as raízes em um recipiente com água primeiro;
  • o caule é aprofundado nas folhas inferiores;
  • depois que as raízes aparecem, o topo da muda é beliscado para formar um arbusto viçoso.

O método é usado para Mangina e Blossfeld.

Crianças

Os bebês são botões de folhas de ninhada que se parecem com uma pequena planta adulta com uma roseta de um par de folhas e raízes. Os bebês são formados nas folhas de Kalanchoe "vivíparas".

Eles desmoronam por conta própria, amadurecem o suficiente e também criam raízes por conta própria. Se o recipiente for pequeno e não tiver várias plantas, elas podem ser coletadas e transplantadas para um solo adequado.

As espécies "vivíparas" incluem: Dergemona, Kalanchoe com flor pinada e tubular.

Descendência

Para a formação de descendentes em Kalanchoe Blossfeld, é estimulado de forma especial. Após o final da floração, aperte o topo da planta. Após 1,5-2 meses, uma prole crescerá próximo à planta-mãe, que é adequada para reprodução.

É transplantado quando o broto fica mais forte e chega a ter um terço da planta-mãe. Por esta:

  • a prole é cuidadosamente separada para não danificar o sistema radicular;
  • o rebento é colocado em solo de turfa arenosa, a drenagem é necessariamente forrada no fundo do vaso;
  • a muda é regada e colocada no parapeito de uma janela bem iluminada, longe da luz solar direta.

Rins axilares

Algumas espécies (por exemplo, Kalanchoe com flor de panícula), após a floração, perdem não apenas a flor, mas também as folhas velhas. Logo acima da axila de uma folha caída, um pequeno botão é formado que se parece com uma pequena cabeça de repolho. Uma nova planta pode ser cultivada a partir dela. Para isso, você precisa:

  • espere a formação de um tronco de 1-2 cm;
  • corte-o tratando o local cortado com carvão ativado;
  • plantar em um novo vaso com solo suculento, ao qual foi adicionada areia;
  • regar a muda com água sedimentada em temperatura ambiente e colocar o vaso em local bem iluminado e sem luz solar direta.

Doenças e pragas

Doenças e insetos causam danos significativos à planta e podem levar à sua morte, por isso é importante responder em tempo hábil aos primeiros sintomas e tomar medidas para combater o perigoso problema.

Doenças bacterianas

As doenças são causadas pelas consequências de cuidados inadequados, como resultado dos quais o sistema imunológico fica enfraquecido e não consegue resistir totalmente às bactérias nocivas. Kalanchoe requer iluminação adicional no inverno, ar fresco, irrigação de alta qualidade e fertilizantes minerais. Mas você também não deve ir a extremos - as folhas ficam queimadas com a exposição prolongada ao sol e o sistema radicular apodrece com a rega excessiva. Qualquer doença tem uma causa e sua identificação e medidas oportunas podem salvar a planta da morte.

Abaixo está uma lista das doenças mais comuns.

Requeima

Perigoso não apenas para representantes de jardins, mas também para habitantes internos. A razão é cuidado impróprio (água estagnada nas raízes, rega frequente ou crosta densa no solo) ou água da chuva. Eles lutam contra essa doença de maneira abrangente, evitando a disseminação de microrganismos e a morte do sistema radicular.

De sinais observe manchas marrons nas folhas, que aumentam gradualmente de tamanho e tornam-se pretas. A bactéria desce até as raízes e eventualmente as infecta, privando a planta de acesso aos nutrientes. Partes da planta amolecem e começam a apodrecer.

As folhas danificadas são removidas e o corte é tratado com carvão ativado. A planta é transplantada para um novo solo (as raízes são cuidadosamente limpas do solo antigo). Antes de plantar em um novo vaso, Kalanchoe é pulverizado com uma solução (1,5 g de permanganato de potássio por 5 litros de água fervida) ou fungicidas comprados (por exemplo, "Fitosporin").

Oídio

O aparecimento de uma flor branca na lâmina foliar indica a derrota da planta com oídio. Desenvolve-se em ambientes úmidos mal ventilados, com temperaturas acima de +21 graus e um grande número de plantas.

Com a diminuição da umidade e da temperatura, o micélio morre, deixando para trás folhas doentes com manchas de tecido morto. Gradualmente, eles secam completamente, enrolam-se e desmoronam, e o Kalanchoe floresce com inflorescências deformadas ou nem floresce.

IMPORTANTE! O oídio pode facilmente saltar para outras plantas, portanto, evite respingar ao regar. A planta doente deve ficar separada dos outros habitantes da sala.

A prevenção da estagnação da umidade ajuda a evitar o aparecimento de manchas brancas. Portanto, o Kalanchoe é regado pela raiz, de preferência em palete. A flor não deve crescer muito perto de outras plantas e o ambiente é ventilado regularmente. O oídio é tratado pulverizando o "paciente" com fungicidas 3 vezes ao dia durante uma semana. Ou usam produtos biológicos: Biosept (0,1 ml de substância por copo de água), Bioczos (5 ml por copo).

Podridão cinzenta

O fungo Botrytis cinerea torna-se o agente causador da podridão cinzenta. Ele ataca plantas enfraquecidas pelo transplante ou que não recebem nutrientes suficientes. Sintomas torna-se o aparecimento de manchas marrons aquosas na base do caule e a formação de placa cinzenta nas folhas. A placa é como poeira que foi varrida em minúsculos montes. Gradualmente, as hastes superiores, junto com as folhas, morrem.

O fungo multiplica-se rapidamente em ambiente úmido, portanto, ao regar Kalanchoe, evite derramar água nas folhas e caules. Quando a planta deixa cair as folhas inferiores, elas são prontamente removidas, uma vez que os resíduos podres alimentam os esporos do cogumelo. No inverno, a flor é regada pela manhã para que o solo tenha tempo de secar em um dia.

Elimine a podridão cinzenta com duas pulverizações a cada 10 dias. Use Teldor, Miedzian 50 WP, preparações Biosept seguindo as instruções.

Podridão do caule

Esta doença se desenvolve como resultado de ulcerações pelo frio, quando no inverno a temperatura cai abaixo de + 12 ... + 10 graus. O tronco principal e os rebentos laterais ficam pretos, as folhas murcham e esfarelam. Uma planta doente não pode mais ser salva, portanto, o cumprimento do regime de temperatura é uma medida eficaz para prevenir o desenvolvimento de podridão do caule.

Em períodos de frio, a rega deve ser reduzida para que a umidade que não evapora não provoque apodrecimento do caule.

Mancha anular da folha

Manifesta-se na forma de manchas redondas de até 3 mm de diâmetro, cuja cor muda de amarelo para marrom. A doença se desenvolve por um longo tempo, mas em última análise afeta as placas das folhas por completo, o que leva à sua queda. A razão considerar condições favoráveis ​​para o desenvolvimento do fungo - alta umidade do ar e do solo. Portanto, os primeiros passos para tratar uma planta doente são mover o vaso para uma sala com boa circulação de ar e pulverizar a flor em dois estágios com produtos biológicos.

Pragas

Devido ao conteúdo de taninos no suco de Kalanchoe, as pragas raramente incomodam a planta, mas ainda existem conhecedores especiais.

Ácaros multi-garras

A seiva da planta é sugada do dorso das folhas, envolvendo-as com teias de aranha. Eles ocorrem no ar seco e em altas temperaturas. As folhas da flor afetada ficam amarelas, tornam-se duras e onduladas.

Vários inseticidas (Fitoverm, Akarin) são agentes eficazes de controle de pragas.

Escudo

Essa praga tem o nome de um escudo que cobre seu corpo oblongo. Os machos se movem livremente ao redor da planta e as fêmeas cobrem os ovos com elas mesmas, como se os estivessem incubando. Um sinal as lesões tornam-se a formação de placas nas folhas e caules, e os próprios insetos são visíveis ao olho humano devido ao seu grande tamanho.

Por causa dessa praga, o Kalanchoe murcha, as folhas ficam amarelas e caem, o crescimento da flor diminui e ela para de lançar pedúnculos. Plantas enfraquecidas por cuidados inadequados ou transplante para terreno aberto são atacadas. A cochonilha carrega consigo um fungo fuliginoso, que vai destruir a planta enfraquecida pelos insetos.

A praga não tolera água, então a melhor maneira de lidar com ela é pulverizando. Antes disso, os adultos são umedecidos com álcool para que sejam mais fáceis de separar da folha. Depois disso, o Kalanchoe é borrifado com água com sabão ou inseticidas de uso geral para combater os insetos.

Pulgão

Um visitante frequente de uma flor, seja da rua ou de outras plantas da sala ou do sítio. Localizados na parte inferior da folha, parecem pequenos pontos pretos ou verdes em movimento. Alimenta-se da seiva da planta e injeta nas folhas uma substância que fecha os poros do Kalanchoe, impedindo-o de respirar.

ATENÇÃO! Inspecione a planta regularmente para ver se há amarelecimento ou folhagem danificada. Isso permitirá que você responda em tempo hábil ao aparecimento de pragas.

Ao lutar contra os pulgões, todas as folhas afetadas são removidas junto com as colônias. Em seguida, as partes restantes da planta são tratadas com inseticidas (uma vez por semana durante um mês). Se a planta estiver fortemente enfraquecida, então um método mais suave é usado na forma de sabão de potássio (20 g são diluídos em um litro de água fervida). A flor é lavada com uma solução, tendo previamente coberto o solo com uma película. O sabão em pó também é adequado, mas vários procedimentos são necessários em intervalos de 5 a 7 dias.

Mealybug

Esse pequeno inseto priva a planta de suco e espalha mofo preto, então, ao primeiro sinal, é preciso tomar providências para se livrar da praga, caso contrário a planta vai morrer.

Sintoma o verme farináceo torna-se um revestimento ceroso esbranquiçado nas folhas e no caule. O motivo é solo contaminado. As áreas gravemente afetadas são removidas e a planta é borrifada com óleo mineral, que é vendido nas lojas.

IMPORTANTE! Para evitar o aparecimento de um verme farináceo e de qualquer outra praga, adicione um punhado de cinzas de madeira ao solo comprado ou preparado pelo próprio ou derrame-o com água fervente para destruir as larvas.

Sintomas

Manchas marrom

A planta está doente com requeima, ajuste de rega, remoção das áreas afetadas e tratamento com medicamentos é necessário.

Flor branca

Afeição de oídio. Uma estagnação de umidade se formou nas raízes, o que enfraqueceu a planta. Trate a flor com fungicidas e regue enquanto a terra seca na panela.

Pequenos pontos redondos

A planta sofre de manchas anulares. O texto acima descreve como lidar com esta doença.

As folhas ficam amarelas e caem

Podridão, pragas ou falta de água podem ser a causa. Se, após a floração, o pedúnculo não foi cortado, a planta não tem força suficiente para se desenvolver.

Folhas onduladas

Falta de umidade ou luz. Ajuste o cuidado da flor e examine-a em busca de doenças ou pragas, a fim de aplicar produtos biológicos a tempo.

A planta murcha

Sinal de falta de umidade ou danos ao sistema radicular por pragas ou podridão. Examine a flor doente quanto a sinais de atividade de inseto ou bactéria e trate-a com preparações especiais, se necessário.

Manchas pretas

Estes são traços de atividade da cochonilha ou sinais de danos causados ​​pela podridão do caule (se as manchas estiverem localizadas na parte inferior, nas raízes). Trate com medicamentos colocando a planta em quarentena.

Cresce e não floresce

Lembre-se de que é no inverno que o futuro pedúnculo é colocado. Portanto, é importante observar o regime de temperatura para o período de frio e, no outono, aplicar fertilizantes minerais para ajudar na formação dos botões.

Folhas pequenas

Kalanchoe carece de luz e nutrientes, requer alimentação com fertilizantes orgânicos e prolongamento das horas de luz do dia com lâmpada.

Folhas roidas

Um claro sinal de infestação de insetos. Trate a flor com inseticidas.

Onde e como você pode comprar?

O material de plantio da Kalanchoe é adquirido em feiras e lojas especializadas, por meio de anúncios em fóruns e comunidades temáticas das redes sociais. Vendido como sementes ou mudas, e já uma planta adulta. No momento da compra, inspecione cuidadosamente a planta ou muda quanto a danos mecânicos ou doenças. Uma flor saudável tem folhagem verde, sem flores ou manchas, as placas das folhas são densas e elásticas.

Plantas semelhantes

Kalanchoe é frequentemente confundido com a Mulher Gorda, a parente mais próxima. Ele também tem folhas carnudas e um caule grosso.

Variedades com folhas serrilhadas, especialmente durante a dormência, podem ser confundidas com "sogra" ou uma subespécie de babosa.

Kalanchoe é uma planta bonita, útil e fácil de cuidar. Seguindo essas regras simples de cultivo, você obterá uma floração regular e vida longa para esta planta de interior. No verão, pode ser plantada em canteiro, o que fortalecerá a imunidade da flor e a tornará mais forte e saudável.


Assista o vídeo: COMO PODAR Y REPRODUCIR EL KALANCHOE FLORIST. (Agosto 2022).