Além disso

Regras para uma alimentação competente de orquídeas: de quais fertilizantes uma flor precisa, como aplicá-los? Recomendações

 Regras para uma alimentação competente de orquídeas: de quais fertilizantes uma flor precisa, como aplicá-los? Recomendações



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Entre as orquídeas representadas pela floricultura moderna, existem muitas espécies adequadas para o cultivo interno.

Essas plantas são despretensiosas e cuidar delas é simples. Porém, para uma floração brilhante e duradoura, é importante conhecer as regras de uma alimentação competente. Você aprenderá mais sobre isso neste artigo.

Como se alimentar corretamente?

É melhor alimentar as orquídeas caseiras com fertilizantes complexos especialmente formulados. para este tipo de plantas de interior. Os principais oligoelementos neles contidos - nitrogênio, potássio e fósforo, contribuem para o crescimento vegetativo e a floração brilhante da phalaenopsis, e os macronutrientes ajudam a evitar a salinidade do substrato.

Importante! Os fertilizantes convencionais para plantas domésticas não podem ser usados ​​para alimentar orquídeas. As substâncias benéficas que compõem sua composição apresentam maior concentração.

Quais produtos químicos são necessários para o cultivo?

Os mais importantes para o cultivo de orquídeas são nitrogênio, fósforo e potássio.

  • Azoto responsável pelo crescimento vegetativo.
  • Fósforo e potássio promovem o desenvolvimento do sistema radicular e a fixação dos caules das flores, e também aumentam a resistência da planta às doenças e à seca.

A combinação desses produtos químicos na mistura de ração para orquídeas é abreviada como NPK. Dependendo da superioridade quantitativa de um ou outro elemento de fertilizante para orquídeas, existem:

  • equilibrado (NPK = 20: 20: 20) - para o cultivo de orquídeas plantadas em substrato de origem inorgânica, bem como em mistura de solos de casca de sobreiro e coníferas;
  • com um alto teor de nitrogênio (NPK = 30: 10: 10) - para construir massa verde;
  • alto em fósforo (NPK = 10: 30: 20) - para estimular a floração.

Para pleno crescimento, floração brilhante e duradoura Phalaenopsis também precisa de oligoelementos, como boro, magnésio e cálcio.

Lista de misturas minerais eficazes e sua composição

O mais eficaz e seguro para alimentar orquídeas de interior são os meios especialmente desenvolvidos:

  1. "Agrecol" - fácil de dosar e altamente solúvel em água. Proporciona bom crescimento, melhora o aspecto e confere às flores uma cor vibrante.
  2. "Dr. Foley" - uma preparação para alimentação foliar. Conveniente de usar. Contém oligoelementos essenciais, vitaminas e ácidos.
  3. "Brexil Combi" - é um coquetel de oligoelementos, vitaminas, nitrogênio, potássio e fósforo. É utilizado para o tratamento de plantas com deficiência de ferro na forma de alimentação foliar.

Entre os fertilizantes concentrados destinados a todas as plantas de interior, o melhor para fertilizar a phalaenopsis são drogas como:

  • "Jardim dos Milagres".
  • "Ideal".
  • "Oásis".
  • "Arco-íris".

Eles são usados ​​para alimentação externa e raiz de orquídeas.

Atenção! No caso de preparações concentradas, recomenda-se a utilização de dose 10 vezes menor que a indicada na embalagem.

Soluções orgânicas faça você mesmo

Cultivadores experientes, que sabem calcular com precisão a concentração do fertilizante, alimentam as orquídeas com soluções orgânicas. Eles são preparados a partir de meios improvisados:

  • casca de banana;
  • chá preto;
  • batatas cozidas;
  • caldo de cebola;
  • raiz de samambaia;
  • aloe;
  • e xarope de açúcar.

Essas soluções nutritivas contendo microrganismos vivos são preparadas a cada vez antes do uso e diluídas até a concentração desejada com água morna estabilizada. O revestimento de cobertura é aplicado apenas no sistema radicular úmidopara evitar possíveis queimaduras de raiz.

Na primeira aplicação da alimentação orgânica, é aconselhável experimentá-la em apenas uma planta (meia folha), para não destruir toda a coleção de orquídeas.

Tipos de alimentação

A alimentação das orquídeas é realizada tanto pela raiz quanto pela folhagem.

Raiz

O tratamento de raízes é aplicado em plantas adultas saudáveis, a fim de saturá-las com nutrientes, bem como para estimular o crescimento e a floração.

  1. A fecundação é precedida por rega de alta qualidade da flor até que as raízes estejam completamente umedecidas.
  2. O medicamento é diluído em água limpa e decantada à temperatura ambiente de acordo com as recomendações das instruções.
  3. Um vaso de flores com uma planta é colocado em um recipiente cheio de uma composição de nutrientes e mantido por 15-20 minutos.
  4. Em seguida, reorganize o vaso de flores em um palete para remover o excesso de líquido.

Para aumentar a massa verde e o crescimento das raízes, use a droga "Mister-Color Universal" (1 tampa da substância por 3 litros de água). Para fixar os talos das flores e durante o período de floração - "Orquídea Mister-color" (1 tampa por 1 litro de água).

Exterior

No caso da alimentação foliar, a solução nutritiva é aplicada nas folhas da orquídea por pulverização. A fertilização externa tem uma série de vantagens:

  • não requer preparação preliminar de longo prazo da planta;
  • age mais rápido;
  • fornece mais micronutrientes;
  • pode ser aplicado a plantas com clorose e sistemas radiculares danificados.

Importante! Não é recomendável fazer o curativo foliar à corrente de ar, em câmara fria e sob a influência da luz solar direta. Evite colocar a solução em botões e flores.

Quando e como fertilizar?

O esquema de fertilização e a escolha do fármaco dependem do estágio de desenvolvimento da planta e de qual é o seu estado. De qualquer forma O adubo de cobertura com a aplicação de fertilizante diluído diretamente no substrato é realizado apenas nas raízes embebidas, para evitar suas queimaduras.

Eu preciso disso após a compra?

As orquídeas em flor recentemente adquiridas não precisam de alimentação. A fertilização neste estágio causa o rápido murchamento das flores desabrochando e dos botões formados.

Um período de crescimento ativo

Durante o período de crescimento ativo, as orquídeas de interior são alimentadas com fertilizantes complexos especiais, contendo uma maior quantidade de nitrogênio. Este elemento contribui para o rápido crescimento da massa verde da flor. A cobertura é realizada 1 vez em 2 semanas.

Ao usar fertilizantes para outras plantas de interior com flores, a concentração do medicamento é reduzida em 2 vezes em relação ao recomendado.

As flores podem ser estimuladas?

O florescimento das orquídeas é estimulado pela alimentação da planta com ácido succínico, pasta de cetocinina ou um fertilizante especial com alto teor de fósforo e baixo teor de nitrogênio. A cobertura é realizada pelo método radicular e foliar 1 vez por semana a cada duas regas.

A principal condição para tal estimulação é a presença de pedúnculos em crescimento. Após o aparecimento da primeira flor, o fertilizante é aplicado no máximo 1 vez por mês.

Importante! O método acima só se aplica a plantas fortes e saudáveis.

Frequência antes e durante a floração

Antes da floração, a orquídea precisa de muito fósforo e potássio. para fixar botões, floração abundante e longa. Os medicamentos que estimulam o início da floração incluem:

  • "Agrecol para Orquídeas" - 7 ml por 3 litros de água.
  • “Lençol limpo para orquídeas” - 1 tampa para 2 litros de água.
  • "Paraíso das flores das orquídeas" - 10 ml por 1 litro de água.
  • "Bona forte (orquídea)" - 5 ml por 1,5 litros de água.

A mistura de nutrientes é aplicada uma vez por semana a partir do momento do aparecimento do pedúnculo até a abertura do primeiro botão. Durante a floração em massa de uma orquídea, a introdução de curativos é cancelada ou a concentração das soluções é reduzida em 3 vezes em relação à recomendada.

A introdução de nutrientes nesta fase acelera o processo de abertura dos botões, o que leva à rápida conclusão da floração. Além disso, devido à diminuição da atividade, as raízes dificilmente absorvem as substâncias que chegam até elas. Isso pode causar queimaduras.

A exceção são as orquídeas com um longo período de floração (vários meses). Eles são fertilizados uma vez por semana, reduzindo a concentração duas vezes.

Depois que os botões murcharem

O murchamento dos botões sem a formação de novos ovários sinaliza que a planta está se preparando para entrar em um período de dormência. Recomenda-se a aplicação de um fertilizante complexo no prazo de 14 dias após o final da floraçãoisento de altas concentrações de fósforo e potássio.

Por exemplo, "Master for Orchids" concentrado líquido na taxa de 5 ml por 1,5 litros de água ou "Kemira lux" - 0,5 colher de chá. para 5 litros de água. No futuro, a irrigação e a alimentação serão reduzidas e retomadas no máximo um mês depois.

Depois do transplante

Um transplante planejado de orquídeas com substituição completa do substrato é realizado uma vez a cada 2-3 anos. Para aliviar o período estressante, são introduzidos medicamentos adicionais que estimulam o crescimento e a regeneração celular - "Epin", "Kornevin".

O primeiro curativo completo após o transplante não é recomendado antes de um mês depois. Eles usam preparações complexas projetadas exclusivamente para orquídeas, por exemplo, Kemira Lux ou Bona Forte. Eles começam a ser usados ​​durante a formação de novas folhas.

Instruções passo a passo

A sequência de alimentação da raiz:

  1. Antes da fertilização, as raízes da planta são completamente umedecidas.
  2. O fertilizante é diluído em água decantada em temperatura ambiente até a concentração desejada.
  3. Um vaso de flores com uma flor é colocado em um recipiente cheio de água com cobertura por 15-20 minutos.
  4. As raízes são regadas com uma solução de cima até que a água comece a escorrer pelo fundo do vaso.
  5. O pote é colocado em uma bandeja para remover o excesso de líquido.
  6. A flor é mantida à temperatura ambiente.

A alimentação corretamente conduzida de acordo com as normas e proporções de nutrientes contribui para o florescimento exuberante e duradouro das orquídeas. Erros na escolha dos fertilizantes e na sua aplicação encurtarão significativamente o período de floração.

Assistindo ao vídeo abaixo, você pode descobrir mais sobre como alimentar uma orquídea:


Assista o vídeo: PHALAENOPSIS CULTIVADA EM VIDRO COM ÁGUA (Agosto 2022).